27 de março de 2009

Opinião - Aqui e Agora

Mundo cor-de-rosa Público? Privado? Qual a fronteira? Fazem as delícias do público, vendem milhões e muitas vezes ascendem ao estatuto de estrelas à custa da imprensa. Mas têm uma vida para além da capa das revistas. Qual é a fronteira que separa essa linha ténue entre o que é do interesse geral e pode ser publicado e o que é da esfera privada e tem que ser preservado? Figuras mediáticas, num mundo cor-de-rosa. O debate, Aqui e Agora.

Fonte: Sic

Ontem quando estava a fazer zapping parei no Aqui e Agora na Sic. Parei e continuei até acabar, e no fim conclui que gostei. Não fiquei surpreendido com o que foi dito pois tenho alguma conhecimento sobre o tema.
Colocar uma "poderosa" Sílvia Rizzo e uma Inês Castelo Branco a falar da crueldade dos paparatzi foi uma boa ideia sem dúvida genial. Mais, juntando ainda as perguntas/comentários interessantes dos espectadores e uma directora de duas das principais revistas cor-de-rosa portuguesas, mostrou-nos um confronto que para além de interessante foi importante para o público perceber que às vezes as coisas não são tão "cor-de-rosa" como a imprensa conta.

26 de março de 2009

Notícias

Diana Chaves participa no debate "Aqui e Agora"

O que é o domínio público? Qual é a fronteira que o separa do privado? Questões como estas dão o mote ao programa "Aqui e Agora, que vai para o ar esta quinta-feira na SIC.Diana Chaves é uma das convidadas.

O debate conduzido por Rodrigo Guedes de Carvalho tenciona mostrar os vários lados sobre a crescente invasão da vida privada de que se queixam as vedetas.

Em estúdio, estarão, além dos actores Virgílio Castelo, Sílvia Rizzo e Inês Castel-Branco, a directora da revista TV Guia e Flash, Luísa Jeremias, e Anselmo Freitas, advogado.

Fonte. Jornal da Noticias

25 de março de 2009

Audimetria - 24/03/2009

Boa tarde. Ontem o dia é marcado pelos seguintes programas: Telejornal - Rtp1, que ganhou ao Jornal Nacional da Tvi com 13% de ratio -, Três Irmãs - Sic, continua entre os 27/28% de share - No lado oposto estão os seguintes programas: Portugal em Directo (21,9% de share), Telerural (grande descida com 21% de share), Tá a Gravar (continua abaixo dos resultados muito bons anteriormente obtidos), Caminho das Índias (19,7% de share) e o jogo de futebol sub-21 na Tvi (23,9% de share).
De referir que na Rtp2, a série Anatomia de Grey não subiu em relação à semana passada. Obteu 2,8% de ratio e 9,3% de share. Apesar disso, foi o programa mais visto da estação.

Quanto ao duelo de audiências no cabo, o destaque vai para a Rtp N que bateu a Tvi 24, chegando quase ao 20,000 espectadores. A Sic Notícias continua em primeiro lugar com 4,2% de share e uma média de 26,200 espectadores.

Você sabia que..

Telerural obteve máximo do ano?
O Telerural de dia 17 de Março, terça-feira, registou a melhor audiência do ano, com 11.2% de audiência média e 26.7% de share de audiência. Desde que é emitido na RTP1, esta marca foi apenas superada por duas vezes: a 8 de Julho de 2008, quando o programa obteve 11.9% de audiência média e 32.3% de share de audiência, e no dia da estreia, a 3 de Junho de 2008, altura em que o programa registou 13.8% de audiência média e 32.5% de share de audiência.

... Anatomia de Grey registou máximo da temporada?
O episódio de dia 17 de Março, terça-feira, da série da RTP2 Anatomia de Grey registou o máximo da temporada com 3.7% de audiência média (353,3 mil espectadores) e 11.9% de share de audiência. Esta marca colocou o programa no topo da tabela dos mais vistos no canal nesse dia. Os 10 episódios transmitidos este ano de Anatomia de Grey registam 2.8% de audiência média e 8.4% de share de audiência.

... Jornal da Noite obteve máximo de audiência?
O Jornal da Noite, que a SIC emitiu no domingo 22 de Março, registou o máximo da temporada, com 13.7% de audiência média e 33.3% de share de audiência. O programa alcançou o primeiro lugar na tabela de audiência desse dia, tendo sido o programa mais visto. As 80 emissões de 2009 do Jornal da Noite registam, até ao momento, 10.8% de audiência e 26.2% de share de audiência.



Notícias - Morangos criticados

Sexo, drogas e marginalidade foram temas abordados na quinta temporada de ‘Morangos com Açúcar’, série exibida pela TVI, e que foram alvo de críticas na conferência ‘A Televisão e as Crianças’, ontem promovida pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), na Fundação Gulbenkian, em Lisboa. O órgão regulador dos media recebeu dez queixas sobre o conteúdo do formato juvenil da TVI.

O psicólogo Eduardo Sá considera que a sexualidade é uma questão de saúde pública e lamenta que as televisões tratem os telespectadores como "atrasados mentais".

"Os adolescentes separam muito bem as questões do sexo. Adorava que vissem a sexualidade como uma relação amorosa. Mas as coisas não se passam a esse nível. Às sextas-feiras e sábados à noite há uma patologia muito atípica de dores de cabeça", salienta o psicólogo.

Paulo Soares, director de conteúdos programáticos da TVI, defendeu a série, que já vai no sexto ano. "Os ‘Morangos’ são o produto mais estudado do ponto de vista qualitativo e fazê-mo-lo três vezes por ano. Temos telespectadores que se queixam por haver uma grande distância entre a realidade e a ficção e contam-nos que nas escolas que frequentam vão mais longe", refere.

Fonte: Correio da Manhã

24 de março de 2009

Audimetria - 23/03/2009


Boa tarde. Depois de um fim-de-semana vitorioso para a Sic, a estação de Carnaxide voltou a cair para o cada vez mais habitual terceiro lugar. Ao invés a Tvi subiu ao primeiro com 30,3%.
O programa mais visto foi a novela Feitiço de Amor, que mesmo dando mais tarde obteve 16,1% de ratio e 43,3% de share.
Quanto à Rtp 1, o programa mais visto foi o Telejornal, que ficou a atrás de Jornal Nacional.
O destaque na Sic foi o Não Há Crise, o 6º mais visto do dia com 10,5% de ratio e 25,4% de share, e a novela Três Irmãs que mais uma vez ganhou a tarde com 27,8%. Nós Por Cá, Tá a Gravar e Caminho das Índias abaixo dos 20%.
Na Rtp1, o programa Notas Soltas desceu (10% de ratio e 23% de share) e o Jogo Duplo ficou-se pelos 20,7%.

Quanto aos canais de informação no dia de ontem, aqui ficam os resultados:
4º lugar Sic Notícias - 5,2% de share e uma média de 32,100 espectadores
8º lugar Tvi 24 - 2,0 de share e uma média de 12,500 espectadores
10º lugar Rtp N - 1,4% de share e uma média de 9,000 espectadores

Crónica da TV - Nuno Azinheira

As coisas são o que são e agora não vale a pena chorar sobre leite derramado. Mas aposto que se a SIC soubesse, no Verão do ano passado, o que sabe hoje sobre as suas audiências, talvez tivesse feito um esforço maior para conseguir ficar com algum do melhor futebol português, como Nuno Santos gostaria.

É verdade que também podem alegar os principais responsáveis da estação (director-geral e administração) que os valores investidos nas apostas da grelha Outono/Inverno prometiam resultados mais animadores.

Tudo isso é certo e sabido, mas o futebol tem um peso fundamental numa estação que pretende ser competitiva e liderar o consumo de televisão em Portugal. Ao ficar apenas com a Taça da Liga, a SIC conquistou uma competição menor (embora o formato deste ano tenha permitido duelos entre grandes clubes), que garante audiências apenas pontualmente. Ainda este fim-de-semana, a SIC foi a estação mais vista em dois dias consecutivos, proeza que é preciso recuar alguns meses para encontrar paralelo.

E deu cor a um mês desastroso, em que tem ficado, quase sistematicamente, em terceiro lugar, atrás da RTP1. O FC Porto-Estrela de domingo e, sobretudo, o Sporting-Benfica de sábado (inteligente a estratégia de evento criada em redor do jogo, que animou todo o dia e captou audiências) voltaram a colocar a SIC no mapa. Tivesse havido mais ambição, na hora de negociar Liga Portuguesa, Taça de Portugal ou jogos da selecção, e outro galo cantaria em Carnaxide.

Fonte: Diário de Notícas

Notícias

Vem aí a nova novela da Tvi

"Damas e Valetes" com elenco de luxo

As gravações de ‘Damas e Valetes’, da TVI, arrancam na primeira semana de Abril com um elenco de luxo que conta, entre outros, com Marta Melro, Mafalda Pinto, João Lagarto, André Nunes, Júlio César, Ivo Alexandre e Marco Delgado. A série, baseada num original argentino intitulado ‘Lalola’, será protagonizada por Benedita Pereira e António Pedro Cerdeira.

Na adaptação portuguesa, ‘Júlio’ (Marco Delgado) é o director de uma revista e um homem sem escrúpulos no que toca ao seu relacionamento com as mulheres. Por artes mágicas, uma delas pede ajuda a uma feiticeira e ‘Júlio’ acorda um dia num corpo de mulher e passa a chamar-se ‘Julieta’ (Benedita Pereira). ‘Júlio’, o melhor amigo de ‘Sérgio’ (António Pedro Cerdeira), desaparece e a publicação passa a ser dirigida por uma nova directora.

"O ‘Sérgio’ é o chefe de redacção da revista e tem uma relação amor-ódio com a nova directora, ‘Julieta’. Ele não sabe que ela é o amigo transformado em mulher, por isso é um empecilho na sua progressão profissional, uma vez que está a ocupar o lugar que sempre ambicionou. Além disso, na ausência do amigo, ele considera que o cargo lhe pertence por direito", adianta ao CM António Pedro Cerdeira.

O formato, que foi vendido para vários países (ver caixa), foi adaptado e a personagem principal foi interpretada por um ou dois actores. O ‘Eduardo’, de ‘Feitiço de Amor’ (TVI), já tinha confidenciado ao CM que gostaria de fazer os dois papéis, o de ‘Lalo’ e o de ‘Lola’, nomes do formato original: "Parece-me um belo trabalho de composição e gostava de o fazer no feminino, como no filme ‘Na Pele de uma Loura’".

UM ÊXITO EM VÁRIOS PAÍSES

A novela, exibida entre Agosto de 2007 e Abril de 2008 na Argentina, conta a história de um redactor-chefe de uma famosa revista masculina, que conduz a sua equipa com a mesma arrogância com que leva a sua vida pessoal. As mulheres para ‘Ramiro Lalo Padilha’ são completamente descartáveis. Um dia, ao envolver-se com ‘Romina’, ele prova o seu próprio veneno. Ela faz-lhe um feitiço e ele acorda no corpo de uma bela mulher. É assim que ‘Lalo’ se transforma em ‘Lola’.

A América TV, a emissora que emitiu a novela, vendeu os direitos a vários países, entre eles Brasil, Uruguai, México e Portugal. "Cada um dos países tratou a história de forma diferente. Uns optaram por dar ao mesmo actor os dois papéis, de homem e mulher, e outros, a maioria, decidiu fazer como nós, com um actor e uma actriz", refere António Pedro Cerdeira.



23 de março de 2009

Audimetria - 22/03/2009


Boa tarde! Ontem o dia foi ganho pela Sic. Novidade sim senhora. E mesmo com jogo na Tvi, a estação de Carnaxide ganhou com uma excelente âncora: o filme Déjà Vu. Este venceu a tarde com mais de 30% de share, deu a vitória ao Jornal da Noite (13,7% de ratio e 33,3% de share) - tornando-o no programa mais visto do dia - e que por sua vez ofereceu bons resultados a Não Há Crise (3º no top 5) e Atreve-te a Cantar.
Na Rtp o Conta-me Como Foi subiu nas audiências, com um share de 23%. No lado oposto fica o programa Mistérios que não passou dos 13%.
Na Tvi destaque para o jogo do Porto - Estrela da Amadora que esteve coladinho ao Jornal da Noite. No entanto não obteve os frutos que o derby de Sábado conseguiu. Quanto a Equador fez igualmente um bom resultado, mas não idêntico aos que tem feito. Obteve 9,9% de ratio e 34% de share.

Por fim no duelo dos canais de informação, destaque para a Sic Notícias que ontem fez 4,6% de share, tendo uma média de 37,000 espectadores. A Rtp N ficou em 9º (1,8% de share e 14,300 espectadores). Por fim a Tvi 24, que esteve fora dos 15 canais mais vistos no Sábado, colocou-se no Domingo na 9ª posição com um share de 1,1% e uma média de 9,100 espectadores.

22 de março de 2009

Melhor & Pior da semana


Esta semana o melhor vai para o jogo da Carlsberg Cup, e tudo o que o envolveu. Por outras palavras, os protagonistas, a entrega da Taça, etc.
O programa que ocupa o pior da semana é Nós Por Cá, que não ultrapassa os 20% de share.

De referir que a novela Podia Acabar o Mundo ao passar para a 00:00 obtém shares na ordem dos 27%.

Opinião

Sendo eu espectador assíduo da Sic, considero que ela pecou ao no Sábado começar o verdadeiro Primeiro Jornal quase às 14 horas. Ou seja, até ao primeiro intervalo o grande acontecimento do país era o jogo Sporting - Benfica que se iria realizar à noite. Não sei se isto ocorreu nos outros canais, mas tendo a Sic a marca da informação, o que estou a comentar não deveria acontecer.
Hoje sintonizei no Jornal da Uma da Tvi, e sem dúvida alguma que tomaram uma escolha acertada. Só falaram do jogo na segunda parte do noticiário. Isto no meu ver só dá credibilidade ao canal.
Parabéns por isso.

Aqui fica a primeira parte do Primeiro Jornal de Sábado dia 21 de Março.


Audimetria - 21/03/2009


Boa tarde! Aqui estão os resultado de ontem. Uma vitória folgada da Sic é verdade. No entanto, penso que 32,5% é pouco para aquilo que a estação tinha na programação. Este share no fundo é parecido com aqueles que a Tvi faz quando há episódios bombásticos das suas novelas. O resultado é bom sem dúvida nenhuma, mas 36% de share por exemplo seria ainda melhor.
O top5 é ocupado com o jogo Sporting-Benfica e seus derivados, à exepção de Feitiço de Amor que ainda conseguiu um óptimo resultado: 15,3% de ratio e 44,8% de share.
Quanto à Rtp1, o programa mais visto foi o Jornal da Tarde.

Mais informações às 18 horas.

21 de março de 2009

Audimetria - 20/03/2009


Boa tarde! Ontem o dia foi ganho pela Tvi, o que muito provavelmente não se repetirá hoje.
O Jornal Nacional de 6ª feira voltou a ser noticiário mais visto. O Telejornal ficou em segundo, e por fim o Jornal da Noite com 10,3% de ratio e 26,3% de share.

O especial Sic ao Vivo, valeu à estação de Carnaxide um bom resultado até às 19 horas (3,3% de ratio e 26,9% de share). De referir ainda o bom desempenho de Não há Crise, que obteve 30,3% de share, e de Caminho das Índias com 27,7%. Com estes resultado a Sic garantiu segundo lugar nesta Sexta-feira.

Na Rtp nota-se que há uma quebra pequena, mas progressiva do Preço Certo. Apesar de a novela da Tvi - Feitiço de Amor - (que ontem à noite ultrapassou os 50% de share) ter ultrapassado o concurso da estação pública, esta arrisca em repetições, alargando assim a distância. O Nós por Cá não participa neste campeonato.

Da Tvi referir ainda a novela Olhos nos Olhos que continua com shares acima de 35% de share.

Notícias

Internautas vão construir novo site da Sic Radical

Versão 'beta' do portal já está 'online'.

O novo ‘site’ da SIC Radical vai ser construído com a participação dos telespectadores do canal. A versão ‘beta’ do portal já está ‘online’, e os internautas já podem começar a dar as suas contribuições.“Preferimos lançar já esta versão, permitindo assim que a comunidade participe na construção do ‘site’”, afirmou Pedro Soares, responsável pela SIC Online. Enquanto ‘site’ construído com base em “conteúdos gerados pelos utilizadores”, o novo ‘site’ da SIC Radical pretende inovar pela forte componente social, recorrendo para isso à rede social social do grupo Impresa, o Chilltime.com, a que foi entregue a responsabilidade do seu desenvolvimento.De acordo com o director dos canais temáticos SIC, Pedro Boucherie Mendes, espera-se que este dia “marque o arranque definitivo de uma presença da Radical na Internet. Muito mais vai acontecer nos próximos tempos”, afirma o responsável em comunicado.“A Beta está a chegar” foi o mote da campanha ‘online’ que antecipou o lançamento da versão ‘beta’ do novo ‘site’ da SIC Radical. A versão final deverá ser lançada por altura do aniversário do canal, a 23 de Abril, e incluirá já todas as sugestões enviadas pela comunidade.

Fonte: Diário de Notícias

20 de março de 2009

MMV - Minuto Mais Visto da Semana


O minuto mais visto da semana que passou foi bastante disputado pelos 3 principais canais generalistas. No entanto o grande vencedor foi a novela da Tvi Flor do Mar.

Audimetria - 19/03/2009


Boa tarde! Quinta-feira foi marcada pelo jogo do Braga. Apesar de não ser um dos 3 grandes, por pouco não foi o programa mais visto do dia. Graças a isso a Sic assegurou a 2ª posição, o que talvez dê alguma "vida" à estação esta semana, visto que no Sábado vai ocorrer muito provavelmente o jogo do ano. Se não for, ficará bem perto disso!

Na Rtp1, é de destacar o mau resultado da série A Minha Família com apenas 13,4% de share. No canal 2, o jogo de andebol da selecção portuguesa com a francesa merecia um pouco mais de audiência. Não passou os 1% de ratio.

Quanto à Tvi, de referir obviamente o bom resultado das 18:30 às 00:00, pois apesar da concorrência forte da Sic, sofreu pouco com ela. Os seus shares superaram sempre os 30%!

19 de março de 2009

Audimetria - 18/03/2009


Boa tarde. Ontem o dia foi ganho pela Tvi, que não conseguiu por o seu Feitiço de Amor da tarde no Top 5. Ao invés, novela Flor do Mar continua no primeiro lugar dos mais vistos.
Na Rtp1 o dia é marcado pela sua reportagem que continua a ser um dos programas de informação preferidos dos portugueses. Por outro lado, o Telejornal bateu o Jornal Nacional. Falando de noticiários, o da Sic teve uma baixa audiência: 8,8% e 21,2% de share.
A série A Guerra continua com um share baixo: 16,2%. Pelo contrário Olhos nos Olhos obtiveram ontem 35,1% e Feitiço de Amor uns estrondosos 45,4%!

Por fim de referir a subida da Sic Notícias que foi o quarto canal mais visto do dia com uma média de 29000 espectadores e 4,8% de share. A RtpN ficou com uma boa posição, 7º lugar, à frente da Tvi 24 que não foi além dos 0,9% de share e uma média de 5600 espectadores.

Notícias - Gato Fedorento

Gato Fedorento muda formato

Os Gato Fedorento regressam à SIC em Outubro com um formato diferente de ‘Zé Carlos’. Quem o diz é Ricardo Araújo Pereira que, até lá, vai aproveitar as férias para tirar o mestrado em Teoria da Literatura e "continuar a não fazer nada. Em tempo de crise prefiro deixar o trabalho para os outros".

"O formato será diferente do que fazíamos, humor sobre a actualidade. É impossível fazer um programa assim porque além de sermos sempre os mesmos quatro a fazer tudo, ainda por cima os protagonistas são os mesmos há vinte anos", diz Araújo Pereira ao CM.

O humorista juntou-se ontem a Jorge Vaz Nande, argumentista da Bode Expiatório, e Pedro Fernandes, do ‘Caia Quem Caia’, TVI, numa conferência sobre Comédia e Guionismo, na Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Em "tom de piada", trocaram ideias com os espectadores sobre comédia e guionismo em Portugal. Para os argumentistas, ser cómico é algo que vem com a pessoa, "faz parte da personalidade".

PORMENORES

'ZÉ CARLOS'

A última série dos Gato Fedorento na SIC estreou a 5 de Outubro de 2008, com 10,7% de audiência.

'CAIA QUEM CAIA'

Programa da TVI acabou. Pedro Fernandes tem contrato por dois anos com a produtora.

BODE EXPIATÓRIO

A empresa produz conteúdos de humor para TV e sites.

18 de março de 2009

Destaque do dia

Rtp 1


Após algumas semanas com resultados baixos, esta Terça-feira o Telerural ascendeu aos 11,2% de ratio e 26,7% de share.


Rtp2


Como sempre a Anatomia de Grey surpreende. Esta semana subiu ainda mais! 11,9% de share e 3,7% de ratio.


Sic


Depois de share abaixo de 20%, ontem o Tá a Gravar subiu até aos 24%, tendo igualmente um ratio de 9,6%.

Tvi


A novela de Rita Pereira continua a obter bons resultados antes e depois do Jornal Nacional. Perante isto o que fazer a uma estação cujo share está desde as 18 até ao fim da noite acima dos 30% de share? Feitiço?

15 de março de 2009

O Mais e Menos da Semana


Esta semana o sinal positivo vai para Três Irmãs. A novela da Globo finalmente saiu dos 20% de share, e quase chegou aos 28%. Nos restantes dias esteve sempre acima dos 23%.
Já o Nós Por Cá continua na mó de baixo. Esta semana o melhor resultado pertenceu a Segunda feira onde obteve 6,1% de ratio e 19,4% de share.

MMV - Minuto Mais Visto da Semana


Clica na imagem para que a possas visionar melhor.

Audimetria - 15/03/2009


Boa tarde. Depois de alguns dias sem ser postada a Audimetria, hoje volta com a já habitual análise de audiências do dia que passou.
De referir antes de começar que a partir de hoje esta rubrica deixa de ter o "título" de diária, e passa a ser postada sempre que possível, o que não quer dizer que não seja na maior parte dos dias.

Ontem o dia foi ganho pela Rtp, o que se justificou pelo seguinte trio: Vila Faia (9,9% de ratio e 32,5% de share), Telejornal (programa mais visto do dia - 12,7% de ratio e 35,1% de share) e o jogo entre o Sporting e Rio Ave (11,8% de ratio e 31% de share).
A Sic ficou mesma à perna da Tvi. A diferença é de apenas 0,5% de share. A estação de Carnaxide conseguiu pôr um programa no top 5 dos mais vistos. Neste caso o Jornal da Noite. Este bom resultado seguiu-se para o Não há crise e Segredos da Magia (fico quase colado a Olhos nos Olhos).
Ontem foi um dia equilibrado no geral para as três estações televisivas, uma vez que a Tvi também obteve bons resultados com as suas já habituais novelas, sendo que o Feitiço de Amor foi a mais vista como podem ver no quadro disponibilizado no post.

De referir ainda dois pormenores:

1º - O programa Desafio Verde conduzido por Cláudia Semedo bateu os 10% de share.
2º - A Tvi 24 ultrapassou ontem a Rtp N (1,5% de share, 10,700 espectadores contra 1,2% de share, 8,800 espectadores). A Sic Notícias continua a ser o canal de informação mais visto. Ontem obteve 2,8% de share com 19,600 espectadores.

Notícias - Tvi 24

53 mil viram ‘Tarde Desportiva’

Quatro dias após a sua estreia, a 1 de Março, o TVI 24 conquistou a atenção de 53 589 espectadores com o programa ‘Tarde Desportiva’, apresentado por Henrique Mateus e Cláudia Lopes.

A preferência pelos conteúdos desportivos é notória quando se verifica que o segundo programa mais visto no novo canal da estação de Queluz de Baixo, na posição 7 da ZON, foi ‘Mais Futebol’. No dia 6 de Março, o programa – também apresentado por Cláudia Lopes – foi visto por 47 870 espectadores. O ‘Jornal do Dia’, formato com que se estreou o canal no dia 26 de Fevereiro, e que foi apresentado por Henrique Garcia e José Eduardo Moniz, director-geral da TVI, conquistou muito perto de 46 mil espectadores.

O quarto lugar da tabela dos 15 programas mais vistos do novo canal da estação de Queluz de Baixo desde a sua estreia pertence ao magazine juvenil ‘Rédea Solta’, apresentado por Pedro Granger.

Com o tema ‘Noite’, no primeiro dia deste mês, 44 820 pessoas viram este magazine.

Também os segredos de Quique Flores, contados à actriz Alexandra Lencastre, em ‘Conversa Indiscreta’, não passaram ao lado dos espectadores do canal. Nesse domingo, 40 073 pessoas assistiram à entrevista ao treinador do Benfica.

A reportagem ‘O Homem Grávido’ de ‘Observatório do Mundo’, apresentada por Paulo Salvador, também mereceu a atenção de mais de 40 mil teleespectadores.

Mas os números não enganam e os noticiários e a informação desportiva estão na liderança dos dez programas mais vistos.

O magazine de desporto ‘Prolongamento’, apresentado por Joaquim Sousa Martins, é disso um bom exemplo, pois no dia em que se estreou, segunda-feira, 9 de Março, foi visto por mais de 30 mil pessoas.

MAGAZINES CONQUISTAM

Hoje, a actriz Alexandra Lencastre entrevista Helena Roseta em ‘Conversa Indiscreta’, a partir das 23h30. Mas antes, às 19h30, Pedro Granger leva a debate, no seu Magazine ‘Rédea Solta’, o tema ‘Como Foi a tua 1ª vez...".

Aos domingos, a conversa descontraída, informal e sem tabus sobre temas diversos conquista o público do novo canal de notícias da TVI .

OS MAIS VISTOS TVI24

DIA / PROGRAMA / PESSOAS

09-03-01 / Tarde Desportiva / 53 589

09-03-06 / Mais Futebol / 47 870

09-02-26 / Jornal do Dia / 45 831

09-03-01 / Rédea Solta / 44 823

09-02-28 / Observ. do Mundo: O Homem Grávido / 40 711

09-03-01 / Conv. Indiscreta: Quique Flores / 40 073

09-03-01 / Notícias / 36 571

09-03-01 / Magazine Moda / 32 643

09-03-09 / Prolongamento / 30 391

09-03-01 / Nosso Mundo / 30 191


Fonte: Correio da Manhã

12 de março de 2009

Atenção

O blog não será actualizado nos próximos dias.

Agradecemos a compreensão.

10 de março de 2009

Audimetria - 09/03/2009


Boa tarde. Ontem o dia ficou marcado pela já normal vitória da Tvi. A estação de Queluz colocou quatro programas no Top 5, sendo que o que teve mais audiência foi a novela Flor do Mar com 17,5% de ratio e 41,5% de share.
No entanto, é de destacar igualmente a novela Três Irmãs que ontem fez quase 28% de share, ficando mesmo à frente de Portugal em Directo. Sinal positivo também para Olhos nos Olhos que teve o dobro da audiência de Caminho das Índias. Novela esta que constitui a mais recente troca da Sic, com Podia Acabar o Mundo. Uma coisa é verdade, a produção da Globo faz mais que a novela portuguesa no mesmo horário.
O menos do dia vai mesmo para Tá a Gravar e Cuidado com a Língua, cujos shares rondaram os 20%.
Por fim destaque para a entrevista de Mário Crespo que passou de 7,5% de ratio e 17,4% de share para 9,6% de ratio e 22,9% de share.

O duelo dos canais de informação de cabo conheceu ontem mudanças. Depois de a Tvi 24 estar dois dias sem aparecer nos top dos 15 canais mais vistos, ontem ficou em 11º lugar superando a Rtp N (13º lugar) em apenas 100 espectadores. A Sic Notícias foi o canal de cabo mais visto com 3,3% e 20,200 espectadores.

Notícias

Boas notícias são pouco relevantes?

Nos Estados Unidos da América há estudos sobre a relação entre o consumo de televisão na adolescência e a depressão na idade adulta. Em Portugal, há um debate. Uma coisa é, para já, certa: faltam conteúdos positivos.

Um estudo levado a cabo por investigadores da Universidade norte-americana de Pittsburgh (ver caixa) conclui que os conteúdos veiculados pelos média televisivos aumentam a probabilidade de doença depressiva junto do público na adolescência.

Segundo uma notícia avançada pelo jornal espanhol "El Mundo", este estudo conclui ainda que a agressividade, o medo e a ansiedade são outras das consequências possíveis nas pessoas que vêem muitas horas de televisão naquela faixa etária. Este facto reflecte-se também numa perturbação no desenvolvimento normal da personalidade.

Para o sociólogo Carlos Silva é claro que o "consumo excessivo de televisão retira tempo de convivência social, necessária para criar segurança afectiva, e pode gerar ansiedade e incerteza". O docente fala do perigo da criação do "atomismo social" e da criação de uma "relação imaginada: a sós, uma criança não partilha nada com a televisão e não dispõe de mecanismos de percepção ou instrumentos para relativizar ou compreender um fenómeno violento, por exemplo".

O 'boom' das séries relativas à criminologia, mas também a tipologia das notícias nos telejornais fornecem outros contributos para a reflexão deste tema. Mas serão os conteúdos noticiosos televisivos capazes de propiciar problemas de ansiedade ou depressão junto de um público adolescente?

Sem estudos que lhe permitam afirmar um 'sim' ou um 'não', a docente de Jornalismo Felisbela Lopes, considera que "isso é resultado do que se entende que é notícia". Se "é o que irrompe da normalidade do dia-a-dia, nesse sentido, as boas notícias perdem terreno", continua.

Felisbela Lopes entende que deveria ser possível "começar a olhar o que é entendido como relevante do ponto de vista positivo" e avança o exemplo de "o campo da ciência e do saber não abrirem noticiários".

Ainda que "as boas notícias não tenham um relevo tão grande quanto gostaríamos", a docente da Universidade do Minho também considera que "os coordenadores do noticiários não podem fazer uma mudança radical. O que é anormal é notícia, mas seria preciso, isso sim, introduzir outros dados neste processo, porque o que é positivo pode ser muito relevante", reafirma.

Por seu turno, Rui Teixeira Motta, da Associação de Telespectadores (ATV) não tem dúvidas em afirmar que "existe uma predominância excessiva de conteúdos que envolvam sangue, sexo ou violência na televisão, quer no âmbito noticioso quer no entretenimento". E não hesita em dizer que "não é preciso ser psicólogo para concluir que numa fase como é a adolescência - mas também na idade adulta - isso se vai traduzir numa visão deprimida do Mundo".

O responsável considera que "a televisão tem responsabilidade sobre os telespectadores", mas o o excesso de conteúdos negativos perante os positivos "não acontece por acaso". Rui Teixeira Motta fala em "ditadura de vendas e audiências" e, nesse contexto, "a construção de valores e a venda de notícias são áreas que só muito ocasionalmente são coincidentes", remata.

Fonte: Jornal de Notícias

9 de março de 2009

Audimetria - 08/03/2009


Domingo é marcado pelo empate da Sic e da Rtp com 23,1% e com o bom resultado de Equador.
De resto, destaque para a subida do cabo e com a descida da Rtp2 para menos de 5%.

Analisando as audiências mais pormenorizadamente, concluí-se que a estreia de Mistérios na televisão pública não foi boa. Obteve 5,5% de ratio e 15,8% de share. O noticiário mais visto como podem ver no top 5 foi o Telejornal. No entanto o Jornal Nacional esteve bem perto.
Mais uma vez pergunto: o que se passa com a reportagem Sic? Há alguns tempos tinha excelentes resultados. Lembram-se da reportagem da Rosa Brava? Ou então do senhor que tinha muitos filhos? Foram trabalhos jornalísticos com excelentes resultados. O mesmo não se está a verificar desde há um mês ou mais. Ontem a reportagem Sic não foi além dos 7,4% de ratio e 18% de share. Este mau resultado influenciou negativamente as Vip Manicure.
A estação de Queluz teve um óptimo horário nobre até aos Casos da Vida, com mais de 40% de share.

8 de março de 2009

Audimetria - 07/03/2009


Ontem a Rtp ganhou o dia, com a Tvi bastante perto. O lugar da estação pública justifica-se pelas boas prestações dos seguintes programas: Vila Faia, Telejornal e o futebol.
A Tvi conseguiu ter o programa mais visto do dia: Feitiço de Amor. Apesar disso, destaque para a queda de Olhos nos Olhos, que passou de 10% de ratio para 6,9%. O share desceu igualmente e cerca de 10%. A isto deve-se a boa prestação de Segredos da Magia, que conseguiu 8% de ratio.
O mau resultado da Sic vem desde as 18 horas, uma vez que o filme transmitido não obteve bons resultado.
Na Rtp2 destaque para o Desafio Verde que foi o programa mais visto deste canal - 2,2% de ratio e 7,7% de share.

Melhor & Pior da semana


Neste espaço hoje o melhor vai para o programa Não Há Crise, que foi o mais visto durante a semana que passou.
O pior mesmo continua a ser a novela Podia Acabar o Mundo, que bateu na Quinta feira os 12% de share.

Notícias

Penim está a caminho da Tvi

Transição.
Ex-director dos canais temáticos da SIC é possibilidade para a estação de Moniz

Fundador da SIC Radical deixou a produtora Cherry e vai voltar à televisão

O antigo director de Programas da SIC Francisco Penim saiu da produtora Cherry Entertainment e está a pensar qual de dois projectos vai abraçar, sendo que um deles é na TVI. De acordo com fonte do DN, Penim é o nome falado para coordenar o próximo canal de cabo da estação de José Eduardo Moniz.

"É verdade que saí da Cherry. Achei que nesta fase precisava de um novo desafio na minha vida", disse ao DN Francisco Penim. Quando questionado sobre se foi convidado para a TVI, a resposta foi: "Não vou comentar qualquer hipótese que tenha. Não confirmo nem desminto, mas há mais do que uma possibilidade neste momento. O que posso dizer é que nos próximos, poucos, meses haverá novidades." Quanto à produtora, Francisco Penim disse que não vai ser substituído. "A Cherry vai continuar com o Pedro [Costa] e com o Gonçalo [Castel-Branco]. Éramos três, ficam os outros dois", explicou o fundador dos canais de cabo de Carnaxide: SIC Radical, SIC Gold (que depois passou a SIC Comédia antes de ter sido extinta) e SIC Mulher.

Francisco Penim ganhou notoriedade precisamente como director dos canais temáticos, que rapidamente se tornaram um sucesso no cabo. Por exemplo, os Gato Fedorento nasceram na SIC Radical durante a vigência de Penim, bem como o exclusivo das transmissões em directo do Rock in Rio Lisboa, no mesmo canal. Francisco Penim passou depois a director de Programas da SIC generalista em 2006, cargo que ocupou até ao final de 2007. Em Janeiro de 2008 é substituído por Nuno Santos e lança-se no projecto da produtora de espectáculo Cherry Entertainment.

7 de março de 2009

Audimetria - 06/03/2009

Boa tarde. Ontem o Feitiço de Amor foi o programa mais visto das 19:00, pondo por isso mesmo o Jornal Nacional de Sexta no 3º lugar do Top 5.
A Sic conseguiu ter um programa com uma audiência considerável. Falo de Não Há Crise, que obteve 12,2% de ratio e 28,4% de share. Ficou em 6º lugar dos mais vistos.
Na Rtp o destaque vai para o Telejornal, que ficou a 2% de ratio do Jornal Nacional.

No total do dia, a Tvi ficou acima dos 30% de share, a Rtp nos normais 25% e por fim a Sic que não chegou aos 22%.

Mais pormenorizadamente, é de referir a subida de Olhos nos Olhos. O que já se previa com o fim da Favorita, aconteceu ontem! A novela da Tvi bateu os 40% de share. E Feitiço de Amor da noite os 50%! Pelo contrário Caminho das Índias desceu para os 21%.
Na Rtp a série Pai à Força baixou consideravelmente desde a sua estreia que se situou nos 13% de ratio. Ontem não chegou aos 10%.

Análise das audiências (semana 23 de Fevereiro a 2 de Março)

Horário da manhã (10:00 - 13:00)


Praça da Alegria e manhãs de fim-de-semana - 23,9%
Fátima e manhãs de fim-de-semana -
23,4%
Você na Tv! e manhãs de fim-de-semana -
25,6%


Ambas as estações desceram neste horário. No entanto a diferen
ça entre a Tvi a Rtp e a Sic aumentou.

Horário da tarde (14:00 - 17:00)

Chamas da Vida/Paixões Proibidas/Portugal no Coração e tardes de fim-de-semana - 26,9%
O Cravo e a Rosa/Contacto e tardes de fim-de-semana - 25,0%
Tardes da Júlia e tardes de fim-de-semana -
24,8%

Mais uma vez a Rtp é a grande vencedora das 14:00 às 17:00, mesmo tendo descido duas décimas. Apesar da boa prestação das Tardes da Júlia, as tardes de fim-de-semana da Tvi não aguentam a "herança" que o talk-show lhe dão, e por isso mesmo este canal está em último.


Horário do fim de tarde (18:00 - 20:00)

Portugal em Directo/Preço Certo e tardes de fim-de-semana - 28,9%
Três Irmãs/Nós por Cá e tardes de fim-de-semana - 21,5%
Morangos com Açúcar/Feitiço de Amor e tardes de fim-de-semana -
29,4%

Depois de uma boa subida da Sic na análise da semana passada, esta semana o destaque vai para a Tvi que com o seu Feitiço de Amor roubou a liderança a Fernando Mendes.



Horário da madrugada (00:00 - 02:30)

Rtp 1 - 19,8%
Sic - 22,5%
Tvi -
25,7%

É uma realidade. Com o fim da novela Favorita, a Sic perdeu a liderança nas madrugadas. Caminho das Índias não tem uma má audiência, pelo contrário. Tem valores até bastante estáveis, mas a verdade é que Olhos nos Olhos aumentaram o seu share. Embora esta semana tal facto ainda não se veja, para a próxima análise já vão perceber.
Destaque para a Rtp que subiu bastante.


Fonte: Notícias TV

Minuto Mais Visto 23/02 - 01/03


Aqui fica o minuto mais visto da semana de 23 de Fevereiro a 1 de Março nos quatro canais portugueses.

Fonte: Correio da Manhã TV

Notícias

TVI 24 ainda está longe de beliscar a SIC Notícias

Balanço. Ao fim de uma semana com três canais de informação, chega-se à conclusão de que a líder do cabo ainda reina, tanto nas audiências de cada dia como no noticiário das 21.00, apresentado por Mário Crespo. A nova televisão de Moniz já concorre com a RTPN e venceu-lhe em dois dias

Canal de notícias de Queluz de Baixo já desafia a RTPN

Ao fim de uma semana, a TVI 24 ainda não chegou perto do canal líder do cabo, a SIC Notícias, que continua a agarrar a maioria dos telespectadores que consomem informação. Para já, o novo canal de Moniz ainda só faz concorrência à RTPN e, mesmo assim, só lhe venceu nos primeiros dois dias (26 de Fevereiro a partir das 21.00, quando o novo canal nasceu), de acordo com os dados da Marktest.

Também nos principais noticiários dos três canais de informação (entre as 21.00 e as 22.00), a SIC Notícias é vencedora absoluta. O Jornal das Nove, apresentado pelo veterano Mário Crespo, continua a ser o preferido dos telespectadores do cabo, tendo tido uma média de 3,1% de share entre os dias 26 de Fevereiro e 5 de Março. Já o À Noite, As Notícias, conduzido por João Adelino Faria e Carlos Daniel alternadamente semana a semana, conseguiu, no mesmo período, uma média de 0,9%, abaixo do Jornal do Dia, da TVI 24, que alcançou uma média de 1,3%. Ainda assim, o À Noite, As Notícias, da RTPN, venceu o Jornal do Dia em três dias.

O melhor dia da SIC Notícias, de acordo com o mesmo período em análise, foi terça-feira, 3 de Março, quando alcançou 5,1% de audiência. O melhor dia da RTPN foi domingo passado, com 2,2%. Curiosamente, o melhor resultado diário da TVI 24 também foi domingo, com 2,1%. Analisando os piores dias de cada canal, chega-se à conclusão de que a SIC Notícias foi abaixo no sábado, 28 de Fevereiro, com 3,3%, ainda assim acima dos concorrentes. O dia pior da RTPN foi sexta, 27 de Fevereiro, com 1,3%, e quarta, 4 de Março, foi o menos feliz para a TVI 24, com 1,1%.

Nos noticiários das 21.00, a SIC Notícias teve o seu melhor dia na terça-feira, 3 de Março, com 4,5% de share, com Jornal das Nove. Já a concorrente TVI 24 venceu na estreia, 26 de Fevereiro, com as primeiras palavras de Henrique Garcia, tendo alcançado 2,3%. O melhor noticiário da RTPN ocorreu na segunda-feira, 2 de Março, com 1,4%. Já os piores resultados aconteceram na quarta, 4 de Março, para o Jornal das Nove (2,4%), da SIC Notícias, quinta, 26 de Fevereiro, para o À Noite, As Notícias (0,4%), da RTPN, e quarta, 4 Março, para Jornal do Dia (0,5%), da TVI 24.

A conclusão que se pode tirar destes valores, relativos à primeira semana da existência da TVI 24, é que esta já concorre com a RTPN, mas está ainda longe de beliscar a SIC Notícias, tanto no total de cada dia, como no noticiário principal. Isto ao contrário do que acontece no panorama dos canais generalistas, em que a TVI reina e a SIC está a sentir dificuldades para se impor.

6 de março de 2009

Séries - Está quase aí..The Listener


A FOX International Channels (FIC) anuncia a primeira estreia global de uma série televisiva: ‘The Listener’ chega ao pequeno ecrã na primeira semana de Março de 2009. Em Portugal a estreia está marcada no canal FOX para dia 2 de Março, às 22h20, logo depois de ‘House’. Esta estreia mundial da FIC ocorre em 180 países, antes mesmo dos Estados Unidos (NBC) e Canadá (CTV) que só a vão emitir mais no final do ano.

Produzido pela Shaftesbury Films, em associação com a FIC, NBC e CTV, ‘The Listener’ é uma série dramática, composta por 13 episódios de uma hora cada, sobre um jovem paramédico que tem a capacidade única de ler os pensamentos das pessoas, e vai estrear na mesma semana em todos os canais FOX em 180 países por todo o mundo incluindo o Reino Unido, Itália, Espanha, Portugal, Argentina, México, Japão, Coreia, Polónia, Brasil e Turquia.

“Decidimos seguir o mesmo modelo que usamos para os filmes”, disse Sharon Tal Yguado, Vice-Presidente de Desenvolvimento da FIC. “Todas as zonas FIC estão empenhadas nesta estreia global que terá lugar na primeira semana de Março. ‘The Listener’ é um projecto global para a FIC, que também se envolveu no desenvolvimento e produção desta série”, disse Sharon. “É uma série televisiva única que combina três dos géneros de maior sucesso: crime, medicina e o paranormal. O seu elenco jovem e atractivo e o sentido de humor fazem dela uma série muito interessante”.

“O financiamento de ‘The Listener’ representa um modelo sem precedentes, juntando os canais norte-americanos – NBC e CTV – à maior rede internacional da área, a FOX”, disse Christina Jennings, Presidente e Directora Executiva da Shaftesbury Films. “A contribuição e apoio da FIC foram magníficos e esperamos que a estreia mundial seja um sucesso”.

‘The Listener’ conta a difícil vivência de um telepata num mundo onde a comunicação é cada vez mais fragmentada. Toby Logan (Craig Olejnik, ‘Runaway’) é um hábil paramédico de 25 anos que carrega um grande segredo: é telepata e por isso consegue ler as mentes dos que o rodeiam, mas desde sempre que esconde este dom dos amigos. O paramédico nunca conheceu os pais e cresceu num orfanato, o que acrescido ao facto de ser telepata e de não partilhar esse segredo com ninguém, o torna um solitário.

Toby está convencido de que se o seu dom chegar ao conhecimento geral, será imediatamente categorizado como fenómeno científico e monstro público. As possibilidades que a telepatia lhe dá são exploradas apenas na companhia do Dr. Ray Mercer (Colm Feore, ‘24’), seu confidente e mentor desde há muito, que o ajuda a manter as vozes que ecoam na sua cabeça bem sintonizadas.

Fazendo as “rondas” por Toronto na companhia do seu energético colega Osman “Oz” Bey (Ennis Esmer, ‘Billable Hours’), Toby tenta ajudar as pessoas em crise ao mesmo tempo que mantem em andamento um processo de cura para as suas próprias feridas. Vale-lhe o bom humor de Oz que o ajuda a manter-se centrado e interessado em aproveitar cada momento. Com a ajuda da dura mas terna detective Charlie Marks (Lisa Marcos, ‘Flashpoint’), e da médica Olivia Fawcett (Mylène Dinh-Robic, ‘Da Vinci's City Hall’), sua ex-namorada, Toby apercebe-se de que o seu poder especial pode ajudar muita gente.

Cada episódio de ‘The Listener’ começa com Toby a ouvir um pedido de ajuda, o que leva o relutante herói a entrar em acção. Enquanto paramédico, Toby é diariamente atirado para situações críticas, quer nas cenas de crimes quer nas urgências do hospital, fazendo organicamente parte de cada história. O humor de Toby acompanha a reflexão sobre a sua capacidade telepática: por vezes um dom, mas mais frequentemente uma maldição.

Michael Amo é o criador da série que tem Christina Jennings, Tom Chehak, Scott Garvie, Russ Cochrane, Clement Virgo, Michael Amo, Bill Lauren e Glenn Davis como produtores executivos. The Listener é distribuída a nível internacional pela Shine-Reveille.

Notícias

Morangos passam Páscoa no Brasil

Oito actores da série juvenil ‘Morangos com Açúcar VI’ voaram até ao Ceará, Brasil, para gravar uma viagem de finalistas, que decorre durante as férias da Páscoa. Partiram ontem e regressam na próxima semana. São cerca de 40 as pessoas, entre elenco e produção, que compõem a equipa da TVI/ Plural.

O ritmo das gravações será bastante acelerado, até porque o tempo é curto, apenas uma semana, mas o grupo viverá grandes aventuras na região, já que atravessa o Atlântico a convite do turismo local que promete proporcionar visitas a lugares paradisíacos.

O objectivo do acordo firmado entre a TVI, a Secretaria de Turismo do Estado e o empreendimento Beach Park, considerado o maior parque aquático da América Latina, é – através da série que em breve será denominada ‘Morangos com Açúcar - Férias da Páscoa’ –, a promoção do Ceará como destino turístico no mercado internacional.

Na semana passada, uma equipa ligada à produção de ‘Morangos com Açúcar’ visitou as praias do litoral cearense e escolheu já os locais para a gravação de exteriores, nomeadamente as praias de Porto das Dunas, Cumbuco e Flexeiras, além da cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará.

Entre uma gravação e outra os jovens portugueses podem rolar nas dunas, refrescar-se com uma água-de-coco fresquinha e usufruir do sol, das praias ou da sombra das palmeiras junto ao mar.

Na série, a ideia da viagem de finalistas ao Ceará partiu de ‘Rodrigo’ (Pedro Rodil), presidente da Associação de Estudantes, que juntou a si ‘Beatriz’ (Débora Ghira), ‘Kiko’ (João Secundino), ‘Tozé’ (Pedro Macedo), ‘Sandra’ (Matilde Alçada), ‘Beatriz’ (Débora Ghira), Tomé (Diogo Conceição), ‘Gonçalo’ (Ivo Lucas), colegas da Escola Secundária D. Sebastião e a professora ‘Filipa’ (Anita Costa) responsável pela disciplina de História.

Os primeiros dias de gravação decorrem no Beach Park e na feira de Fortaleza e só depois rumam a Flexeiras, Porto das Dunas e Cumbuco.

SÉRIE PERCORREU NOVE PAÍSES AO LONGO DE SEIS ANOS

‘Morangos com Açúcar’ é uma série que aposta na diversidade dos exteriores. Já percorreu pratica-mente Portugal de Norte a Sul e foi gravada em Andorra, Londres, Paris, Sierra Nevada, Sevilha, Macau, Marrocos, Cuba, Barcelona, Cabo Verde e agora, pela segunda vez, o Brasil.

A série juvenil é transmitida pela TVI desde 2003 e, actualmente, além de Portugal, também pode ser vista na Roménia e na Síria. Já exibido no Brasil, o formato foi vendido também para a Rússia e Angola, enquanto na China será produzida uma versão local.

MAIS DADOS

SEXTO ANO

A série juvenil da TVI já vai no sexto ano de exibição. O formato não tem interrupções e aproveita as férias da Páscoa, Natal e de Verão, para gravar em outros locais.

BEACH PARK

O maior parque aquático da América Latina, o Beach Park no Ceará, será um dos cenários das gravações no Ceará. Fica a 18 km de Fortaleza, numa área de cerca de 170 mil m2, e recebe mais de 710 mil turistas por ano.


Fonte: Correio da Manhã

Audimetria - 05/03/2009


O dia de ontem foi sem dúvida alguma vitorioso para a Tvi. Digo isto pelo facto de a novela Flor do Mar ter atingido um valor bastante elevado - 18,8% de ratio.
A Tvi conseguiu igualmente bater o Telejornal da Rtp, e colocar no Top 5 o Feitiço de Amor da tarde e da noite. Que mais se pode dizer? Estes resultado começam a ser normais a partir do momento que a Sic passa a estar com menos de 21% de share num dia! A estação pública com as tardes fortes, a informação forte e um concurso de noite bem sucedido, consegue sempre um share à volta de 25%. Pelo contrário Carnaxide, em que o Jornal da Noite é o programa mais visto, consegue a proeza, e peço desculpa a sinceridade, de ter um programa a bater no fundo! Mais um bocado e uma série da Rtp2 faz mais que Podia Acabar o Mundo.
Da Sic, o único programa que se mantém com um resultado razoável é a novela Caminho das Índias - 25% de share. Três Irmãs voltou ao share normal (18-20%) e Olhos nos Olhos subiu uma décima - 9,3% de share.
A Grande Entrevista da Rtp não ultrapassou os 25% de share.

5 de março de 2009

Resultados da enquete

À pergunta "Qual o programa das manhãs que mais gostas?" foram contabilizados 5 votos, que deram à vitória ao programa Fátima (80%). A Praça da Alegria ficou em segundo lugar com 20%.
Por fim, o Você na Tv! não conquistou qualquer voto.

Hoje iniciamos outra enquete.

Qual a novela em exibição na televisão portuguesa que mais gosta?
As possíveis respostas estão na barra lateral do blog.

Análise do Fama

Passado um ano, as cinco apresentadoras do magazine social Fama Show, que a SIC transmite aos domingos, continuam trazer a estúdio convidados famosos, onde não faltam também os apontamentos no exterior nos quais a fama dos mais conhecidos é posta a descoberto.

As 51 emissões já emitidas registaram 6.6% de audiência média e 28.8% de share. Em destaque está o programa de 9 de Fevereiro de 2009 que obteve o melhor resultado com 9.8% de audiência média e 32.8% de share. De realçar que no primeiro programa, transmitido a 2 de Março de 2008, o Fama Show obteve 5.8% de audiência média e 24.7% de share. No programa de aniversário de aniversário o magazine obteve 6.2% de audiência média e 27.3% de share.



Fonte: Mediamonitor

Audimetria - 04/03/2009


Muito boa tarde. Não há muito para analisar nesta Audimetria. Ontem o cenário foi idêntico a Segunda, Terça e Quarta. A Tvi lidera, seguida da Rtp, sendo que o terceiro lugar é entregue à Sic.
Por este andar o mês de Março ficará com estas posições, apesar de ainda estarmos no seu início.
Ontem talvez o maior destaque vá para o Telejornal, que mesmo estando o Preço Certo no segundo lugar do fim das tardes, bateu o Jornal Nacional. A Reportagem da estação pública fez igualmente um excelente resultado, com 15% de ratio e 32,7% de share.
Destaque ainda para Olhos nos Olhos que passou a fasquia dos 9% de ratio, sendo que a sua adversária, Caminho das Índias fez pouco mais que 5% de ratio.
É de referir na Sic a subida da novela Três Irmãs que ascendeu para 23,9% de share, deixando os habituais 19/20%.

Falamos hoje aqui na Tvi 24, que ficou em 12º lugar no universo cabo.
Na minha opinião, pensei que a ambição demonstrada pelos líderes da estação para chegar logo ao primeiro lugar dos canais noticiosos se iria traduzir em resultados. No entanto, tal não se está a verificar.

Notícias

RTP1 estreia novos episódios de "A guerra"


A RTP1 estreia na próxima quarta-feira a segunda fase de "A guerra", o documentário da autoria de Joaquim Furtado. Os novos episódios incidem sobre o período de 1964 a 1970. A terceira série está em produção.

Segundo o autor, não há grande diferenças entre este formato e o anterior já que se trata de um projecto de continuidade. E tal como no primeiro serão "reveladas muitas informações novas e clarificadas outras menos novas", como a utilização de napalm ou as negociações entre as forças armadas portuguesas e a Unita. Questões que eram "sussurradas" mas que agora são assumidas nos depoimentos.

Para esta nova temporada de nove episódios, que vão para o ar dia 11 de Março às 21.30 horas, contribuíram pessoas que contactaram com Joaquim Furtado já depois dos primeiros documentários terem ido para ar entre Outubro e Dezembro de 2007.

"A série conseguiu, à sua maneira, desbloquear muitas matérias relativas à guerra colonial. Ex-combatentes com memórias dolorosas foram estimulados a contá-las porque ouviram outros relatos", explicou durante a apresentação dos novos programas.

Além das imagens, o autor recolheu mais de 600 horas de depoimentos de ex-combatentes e de pessoas ligadas aos movimentos independentistas dos três países (Angola, Moçambique e Guiné-Bissau) e, apesar de sublinhar que o essencial destas conversas integram as emissões, o material excedente poderá vir a ser utilizado em livro.

Mas até esse projecto se iniciar, Joaquim Furtado ainda tem em mãos a conclusão da série documental, "os quatro ou cinco anos" que se seguiram ao período agora retratado, que conta ter pronta "até final do ano". Um dos motivos que tem levado à demora na produção dos episódios foi a necessidade de se contextualizar os acontecimentos. "Dar às pessoas a informação do que se ia passando nos três territórios para terem uma visão de conjunto", revelou.

Em relação ao sucesso que a primeira parte do trabalho registou - distinguida no Festival de Televisão de Monte Carlo - Joaquim Furtado disse não estar surpreendido. "Uma das razões que me levou a fazer a série foi a noção de que os portugueses conheciam muito pouco desta realidade".


Fonte: Jornal de Notícias

4 de março de 2009

Notícias

Sic volta a cair para terceiro lugar

A SIC voltou a cair para terceiro lugar nas audiências no mês de Fevereiro ao registar, no total do dia, um share de 24,4 por cento. A estação, agora dirigida por Luís Marques e que sofreu alterações na estrutura, perdeu quota de mercado face ao resultado que alcançara em Janeiro, quando registou um share de 25,9 por cento.

Em Fevereiro, a estação mais vista foi mais uma vez a TVI, com um share total de 28,7 por cento (em Janeiro registou 28,9 por cento), seguida da RTP 1, que ficou em segundo lugar com um share de 25,9 por cento (em Janeiro teve 25,4 por cento). A RTP 2 teve cinco por cento de share (em Janeiro registara 5,3) e o cabo 16 por cento (mais 2,5 do que no mês anterior).

Também no horário nobre (das 20h00 às 24h00) liderou a TVI, com 33,4 por cento. Curiosamente, nesse horário a SIC ficou em segundo lugar com um share de 24,5 por cento, enquanto a RTP 1 registou apenas 23,9 por cento.

Fonte: Correio da Manhã

Audimetria - 03/03/2009


Boa tarde.
Ontem o blog não foi actualizado por falta de tempo. Hoje o mesmo não se irá suceder.

As notícias não são animadora para a Sic. Cada vez mais consolida o terceiro lugar com os míseros 21%/22% de share. Tem-se tornado frequente também a concorrência da Rtp em relação à Tvi.
No dia de ontem, o Jornal Nacional foi o mais visto dos noticiários graças ao Feitiço de Amor das 19 horas, que por acaso não entrou no Top5.
Obviamente que as novelas da Tvi lideraram a tabela dos mais vistos, com excepção de Olhos nos Olhos que viu a sua rival Caminho das Índias aproximar-se (7,4% de ratio e 33,8% de share contra 5,8% de ratio e 28,7% de share).
Destaque ainda para os 30 minutos da Rtp que continuam a ter bons resultados, ao contrário de Nós Por Cá que não evolui. Podia Acabar o Mundo sem comentários a apresentar e Tá a Gravar com 25% de share.