31 de maio de 2011

SÓ Séries


Boa noite, seja bem-vindo a mais um SÓ Séries! Hoje falamos da série “Fringe”, em exibição no canal FOX!

Quando um voo internacional aterra no aeroporto de Boston, a agente especial do FBI Olivia Dunham (Anna Torv) é chamada ao local para tomar conta da ocorrência. Contudo, estranhos factos envolvem o acidente, principalmente na forma como os passageiros aparecem mortos. Na busca incessante pelo responsável, o seu parceiro John Scott (Mark Valley), com quem estabelece um relacionamento amoroso, é apanhado na teia de estranhos incidentes e quase morre.

A cadeia de estranhos casos sucede-se, e a linha que anteriormente tão marcadamente separara a realidade da ficção esbate-se lentamente. Juntamente com o peculiar Dr. Walter Bishop (John Noble), um génio com comportamentos fora do normal que parece desconhecer os limites da ciência, e com o seu filho Peter (Joshua Jackson), formam a estranha equipa Fringe. As experiências do passado parecem estar a ter agora as suas consequências, mas esta equipa jamais parará até apanhar todos os criminosos.

Até para a semana!

Falar Televisão

O Verão vai ser quente (ou não)


Estamos prestes a entrar numa época do ano em que o consumo televisivo perde bastante interesse, em que surge uma panóplia de programas novos ou renovados, em que as caras dos mais variados formatos vão de férias. Ainda hoje, durante uma aula, em que discutíamos estas férias calhou em conversa uma frase “célebre”: “No Verão não há movimentações na televisão”.


E, de facto, até que é verdade. À excepção de uma ou outra notícia, em época de muita praia os portugueses e o próprio mercado televisivo vão a banhos e só em Setembro voltam “a fundo”. Pois bem, se o ano passado foi atípico, ficando marcado pela mudança de Fátima Lopes para a TVI, de Hernâni Carvalho e Gabriela Sobral para a SIC, este ano promete ir pelo mesmo caminho.


É que, a avaliar pela notícia da TV 7 Dias de hoje, avizinha-se uma nova revolução na televisão portuguesa. Ao que parece, caso o Partido Social Democrata vença mesmo as eleições deste domingo, Luís Marques regressará à RTP (algo que há muito se especula), mas não é tudo. Esta mudança fará ainda com que Nuno Santos, que assumiu a liderança da informação da televisão do estado há poucos meses deverá transitar para a direcção de programas e José Fragoso, que por enquanto ocupa esse lugar, deverá, finalmente, mudar-se para a TVI.

Confuso? É fácil de perceber. E mais fácil é ainda de prever que esta autêntica troca de cadeiras culminará, claro está, com outra bomba há muito prevista: José Eduardo Moniz assume a posição de director-geral da SIC.


É claro que tudo isto pode não passar de especulação e não se tornar realidade, mas, é-me quase possível afirmar que vêm aí grandes mudanças e que em Setembro as cadeiras do poder dos principais canais da televisão portuguesa terão várias alterações. Resta esperar, entre um e outro banho de sol.

José Fragoso de malas aviadas para a TVI?


Se a dupla Luís Marques e Nuno Santos está prestes a voltar a assumir os destinos da RTP, há um nome que está a um passo de se despedir da televisão de pública. Caso se confirme esta notícia, o actual director de programas poderá estar quase a assumir os comandos de outro canal.


De acordo com a TV 7 Dias desta semana, e depois de há poucos tempos se ter falado de que João Cotrim Figueiredo o queria ao comando da TVI, José Fragoso deverá assumir a direcção de programas da televisão de Queluz de Baixo, confirmando-se a saída da RTP.


É uma fonte ligada ao processo que afirma: José Fragoso “poderá ir para a TVI, até porque é muito amigo do Emídio Rangel (do PS) e da Helena Frazão, que se transferiu precisamente da RTP para Queluz, onde tem cada vez mais poderes”.


Na estação do grupo Media Capital, o responsável reencontrará Bruno Santos, antigo “braço direito” na RTP ou José Alberto Carvalho e Judite Sousa, entre outros.


Quiosque: TV 7 Dias

Luís Marques pode estar de saída da SIC


À semelhança do que aconteceu recentemente com Nuno Santos, o ainda director-geral da televisão de Carnaxide pode estar prestes a regressar ao comando da televisão do estado.


Tal como se tem especulado desde o início do ano, caso o Partido Social Democrata vença as eleições legislativas do próximo domingo, Luís Marques é a aposta do governo de Pedro Passos Coelho para liderar a RTP.


E esta mexida não é a única. É que, de acordo com a TV 7 Dias há mais alterações. “A pasta da cultura vai ser entregue a Francisco José Viegas e a RTP ficará integrada nesse pelouro. Com um Governo PSD, Luís Marques pode assumir a presidência da estação pública – onde foi director-geral de 2002 a 2007 – e Nuno Santos, que estava na SIC como director de programas e mudou para a RTP com a pasta da Informação pode voltar ao posto anterior – que também já ocupou, sempre com o Luís”, adiantou uma fonte do PSD à referida revista.


Esta alteração fará com que seja eleito um novo director de Informação, mas resultará também na despedida de José Fragoso da RTP e um provável ingresso na TVI.


Quiosque: TV 7 Dias

Esta noite...


... o mundo das Séries está de regresso ao Televisão-Opinião.
A Marta Miranda conta-lhe tudo, às 21:00!

Fala-se! 31/05/2011



Boa Tarde! Está em linha o Fala-se! desta terça-feira!

Helena Isabel


De férias desde que terminou de gravar Sedução para a TVI, a actriz aproveita agora o seu tempo para dar largas à paixão.


É que, de acordo com a Nova Gente desta semana, Helena Isabel tem um novo amor, António Raposo d’Alte, empresário de 61 anos.


Todavia, confrontada com este novo namoro, a actriz preferiu não comentar, à semelhança do que fez no passado.

João Manzarra e Jéssica Athayde


Depois de vários meses a “brincarem ao rato e ao gato” com a imprensa, os dois apaixonados confirmaram, finalmente, o amor que os une, durante a XVI Gala dos Globos de Ouro.


"Sim, somos namorados. Estamos felizes", afirmou João Manzarra, em declarações ao Diário de Notícias.


Quiosque: Nova Gente, Diário de Notícias

Revista de Imprensa 31/05/2011

Bom dia! Seja bem-vindo a mais uma Revista de Imprensa!


Sílvia Alberto apresenta MasterChef Portugal

Foi ontem apresentada à imprensa a versão portuguesa de um dos programas de culinária que mais sucesso tem no estrangeiro. E as novidades sobre MasterChef Portugal são mais do que muitas.


É que, ao contrário da versão australiana, que passa por cá na SIC Mulher, em Portugal o programa terá uma apresentadora! E a escolhida é Sílvia Alberto, que regressa aos ecrãs da RTP depois de ter sido a voz da Eurovisão deste ano.


Questionada pelo Diário de Notícias, a apresentadora mostrou-se entusiasmada com o novo projecto: "Há formatos que têm apresentadora e há outros, como o australiano, que vivem só dos chefs. Quando falei com o José Fragoso e ele me revelou que já estava a pensar no Masterchef, ainda não se sabia se ia existir apresentadora. É claro que eu me ofereci para mostar os meus dotes culinários, porque queria muito apresentar o programa (risos)".


O formato adaptado de um original da BBC irá para o ar no horário nobre da televisão pública e terá expulsões semanais. O vencedor verá um livro com receitas suas editado e leva para casa 25 mil euros.


Quanto ao grupo de jurados é constituído pelos chefs Cordeiro, Justa Nobre e Ljubomir Stanisic, que escolherão, semanalmente, quem tem que dizer adeus ao sonho de se tornar no primeiro MasterChef português.


Em declarações ao mesmo jornal, José Fragoso justificou a aposta neste formato: "Este programa faz todo o sentido, porque como portugueses temos uma gastronomia rica e muito talento nas cozinhas tradicional e recente", começou por dizer, acrescentando que o programa estreará já em Julho: "Vivemos num tempo em que é importante olhar para o que é nosso, além de que a gastronomia nacional tem todas as condições para ser um cartão-de-visita para Portugal”, concluiu.


Sónia Brazão desiludida com a TVI

Depois de dar vida à vilã Laura de Mar de Paixão, a actriz continua à espera que o telefone toque para regressar aos ecrãs. Todavia, em declarações ao Correio da Manhã, Sónia Brazão não poupou nas críticas à televisão de Queluz de Baixo e mostrou-se mesmo decidida a tomar uma atitude:

"Vou deixar a televisão. Estou farta de tudo o que envolve esta área. Estou cansada de estar em casa à espera que me chamem", começa por dizer a actriz, mostrando-se ainda indignada por nunca ter sido convidada a assinar exclusividade com a TVI, depois de ter estado 15 anos ligada às produções do canal: "Foram 15 anos deitados ao lixo.", afirma.


Apesar de todo o desagrado, Sónia Brazão não se arrepende de se ter entregue à sua grande paixão. "Fiz as escolhas que o meu coração ditava. Gostei muito de alguns projectos que fiz, mas a verdade é que me liguei demais a quem não se ligou a mim. Hoje estou magoada com isso, amanhã passará."


Sem trabalho, a actriz não faz ideia do que poderá vir a fazer a nível profissional no futuro, mas afiança que esta é uma altura de grandes modificações na sua vida. "Ainda não decidi nada. Estou num momento de transformação", afirma.


CITAÇÃO DO DIA:


“Hollywood é tudo uma ilusão, uma feira de vaidades muito bem Desenhada. Prefiro viver o sonho português.”


Mário Augusto

Curiosidade do dia:


Quem tem acompanhado a Helena de Remédio Santo de certo que já reparou que a vilã vivida por Rita Pereira tem sardas. Pois bem, em entrevista à Notícias TV desta semana, a actriz garantiu que foi ela a sugerir que lhe pintassem sardas no rosto!

Quiosque: Correio da Manhã, Correio TV, Notícias TV, Diário de Notícias

Fecho


Boa noite. Fechamos esta segunda-feira com a habitual crónica de Nuno Azinheira retirada do Diário de Notícias.

Assobiar para o ar

Os responsáveis da TVI bem podem dizer que estão satisfeitos com as audiências da sua ficção. É conversa para jornalista, claro. Não é possível que quem manda na estação não esteja preocupado com a surpreendente e crescente instabilidade da outrora inexpugnável força do canal, que tinha na ficção o seu maior trunfo. A TVI montou a sua hegemonia na última década à custa da sua indústria de novelas. Uma a seguir à outra, sem grande irregularidade, naquilo que foi chamado várias vezes como rolo compressor. Indepen- dentemente da qualidade da história, independentemente da categoria do elenco, já se sabia que qualquer novela da TVI que estreasse... arriscava-se a ganhar.

Os tempos mudaram. Ainda sábado, a estreia de O Amor é um Sonho, uma minissérie de quatro episódios interpretada por Sara Prata e José Carlos Pereira, não foi além dos 26,9% de quota de mercado, correspondentes a 668 mil espectadores. Valores muito fracos para qualquer estreia na TVI e substancialmente abaixo dos 800 mil portugueses que assistiram ao episódio do dia de Laços de Sangue na SIC (32,9% de quota de mercado).

A noite já tinha começado mal, aliás. Anjo Meu, a novela de época de Maria João Mira, que tem Alexandra Lencastre como protagonista, transmitida às 21.30, ou seja, no melhor horário do prime time, não fez mais do que 870 mil espectadores, enquanto Peso Pesado, à mesma hora, chegava quase a um milhão de pessoas.

Dir-se-á que não há nada de anormal nisto tudo: em regime concorrencial, um contendor só joga o que o outro deixa. É verdade, mas o que é verdadeiramente novo neste duelo é que finalmente a TVI não está a jogar sozinha. Isso faz toda a diferença e é impossível encolher os ombros e assobiar para o ar.

30 de maio de 2011

Falar Televisão


"Globar" Televisão


Foi no dia de ontem que a passadeira vermelha brilhou com as várias "estrelas" a caírem nos ecrãs da SIC. As audiências foram satisfatórias, contudo várias questões ficaram por responder. Uma delas esteve relacionada com os nomeados, que teimaram em sofrer grandes alterações. Por outras palavras, já todos percebemos que José Mourinho ou Cristiano Ronaldo têm alcançado feitos históricos. É verdade. No entanto, o grupo de jurados da revista Caras/SIC continua a lembrar-se deles para poderem ter a possibilidade de levarem para casa mais um galardão. Não é altura de parar de os nomear? Por exemplo, no lugar de José Mourinho, poderia ter estado André Vilas Boas, que obviamente foi o mais votado da noite, devido ao ego dos apoiantes do Futebol Clube do Porto. 

Em mais um ano, a gala dos "Globos de Ouro" não me surpreendeu. A "Passadeira Vermelha" evitou as típicas questões do "quem vestiu o quê", para se tornar num autêntico "encher chouriços". Sofia Cerveira, Ricardo Pereira, Liliana Campos, Vanessa Oliveira e Rita Andrade bem tentaram produzir algumas entrevistas rápidas, contudo os trinta segundos por vezes nem permitiam ao telespectador respirar. 
Apesar de tudo, existiram de facto alguns ingredientes poderosos, nomeadamente a actuação de Sofia Escobar, Ricardo Afonso e Madalena Alberto, assim como os momentos de humor pertencentes ao casal Coutinho. De referir igualmente a brincadeira de Miguel Guilherme, quando ouviu o sonar dos tambores, momento a partir do qual começou a "cantar o seu discurso".




Por outro lado, e ao nível da moda, pareceu-me que os estilistas nomeados também não sofreram grandes alterações, com Filipe Faísca, por exemplo, a ser novamente destacado. Considero desnecessário voltarem a repetir-se as nomeações, pois o factor surpresa acaba por ficar à quem. Sendo o momento de desvendar o verdadeiro vencedor de uma determinada categoria importante, é para mim possível adivinhar-se o escolhido muito antes de este ser revelado.

Destaque negativo para a ausência de tão prestigiados profissionais da concorrência, realidade que tem vindo a ser registada nos últimos anos. Manuel Luís Goucha, Cristina Ferreira, João Baião, Tânia Ribas de Oliveira, José Carlos Malato, entre tantos outros, poderiam ter estado presentes nesta "XVI Gala dos Globos de Ouro". Independentemente de existir um não uma categoria dedicada à televisão, a comparência de determinadas caras seria fulcral para o "brilho" deste evento ser maior. Nesse sentido, achei desnecessário o facto de Bárbara Guimarães ter referido a presença de José Alberto Carvalho e Nuno Santos, quando estes apenas foram acompanhantes das suas mulheres que trabalham no terceiro canal.






Terei ainda de destacar a precipitação da mulher de Manuel Maria Carrilho, que acabou por se colocar à frente de algumas das caras que tiverem a oportunidade de entregar um galardão. Laura Figueiredo, por exemplo, sofreu para "se fazer ver" aos telespectadores.

Apesar de tudo, os portugueses foram unânimes na escolha da programação no dia de ontem. A "XVI Gala dos Globos de Ouro" alcançou um resultado bastante satisfatório, derrotando não só "Perdidos na Tribo", como "Anjo Meu" (a novela da estação de Queluz aterrou para o pior resultado desde a sua estreia). 

Para o ano há mais e, esperemos, com novas ideias, com novos nomeados e, já agora, com mais generosidade, como a demonstrada por Paulo Futre.

"XVI Gala dos Globos de Ouro" arrasa concorrência



Num dia bastante diferente do que é habitual na nossa televisão, uma vez que não houve qualquer telenovela no top 15 dos programas mais vistos do dia, a estação de Carnaxide levou a melhor sobre a concorrência e venceu o dia, com 31.9% de share, contra 24.3% do universo Cabo e IPTV, 22.6% da TVI e 17.6% da RTP.


O dia foi ganho pelo especial XVI Gala dos Globos de Ouro - Passadeira Vermelha, que conquistou uma audiência média de 14.5% e uma quota de mercado média de 39.1%. Seguiu-se a gala, com 12.9% de rating e 47.2% de share.


Habitual líder dos domingos, Perdidos na Tribo ficou atrás da concorrência da SIC, alcançando 11.7% de rating e 32% de share. Já Anjo Meu fez o seu pior resultado de sempre, conquistando apenas 5.2% de audiência média e 21.6% de share. Quanto a Último a Sair, da RTP permaneceu atrás da concorrência, com 5.6% de rating e 15.6% de share.

Fala-se 30/05/2011


Boa tarde. Em linha, o Fala-se desta segunda-feira!


Joana Santos e Ilya Yamasaki

Foi no casamento entre Eduardo Beauté e Luís Borges que a vilã de Laços de Sangue apresentou o seu namorado. Ilya Yamasaki é técnico de televisão e namorado de Joana Santos há mais de um ano.

Apesar desta primeira aparição pública do casal, Joana esforçou-se por manter alguma privação e discrição em torno desta sua relação amorosa: "Confirmo que é o meu namorado, mas ele não é figura pública e eu gostaria de preservar o mais possível a minha vida pessoal. Já foram publicadas algumas coisas sobre a minha vida, e, por isso, quero salvaguardar alguns pormenores, pois fico triste por ver que se pode deturpar e inventar", disse.



Maria Rueff e Bruno Nogueira

Cinco anos depois do início da relação a dois, Maria Rueff e Bruno Nogueira decidiram colocar um ponto final nesse mesmo relacionamento. Depois de alguns rumores que davam conta da separação, Maria e Bruno, de 38 e 29 anos, respectivamente, confirmaram à imprensa que já não estão juntos mas garantem que, apesar do final da relação, continuam a manter a excelente amizade que os une.
Quiosque: Caras, Vidas

Batatinha não é o “Último a Sair”



Esta noite houve mais uma gala do Último a Sair. Como é habitual aos domingos, tivemos de nos despedir de um dos concorrentes deste programa. Foi o palhaço Batatinha que abandonou a casa e não será o Último a Sair, deixando a Gorda muito triste, assim como os seus colegas. Mais uma vez, Bruno Nogueira revelou pouca solidariedade para com o palhaço que saiu, gerando algum mau ambiente na casa. Houve ainda direito a uma actuação inesperada de Rui Unas a terminar a gala.

As peripécias durante a passada semana foram muitas e variadas. Houve festa na casa, sendo que a noite acabou de forma diferente para os vários participantes, uns com um final mais feliz do que outros. As amizades e relações amorosas na casa estão ao rubro, assim como as inimizades e conflitos.


Quem serão os próximos nomeados? Faça as suas apostas!

Eis os vencedores da "XVI Gala dos Globos de Ouro"


Decorreu na noite de ontem aquela que é aclamada por muitos como Gala do Ano. E, dos sessenta e quatro nomeados, apenas dezassete foram os vencedores. Conheça-os agora:


Prémio Revelação: André Villas-Boas (treinador do Futebol clube do Porto)


Prémio Mérito e Excelência: Simone de Oliveira




Cinema:


Melhor Actriz: Maria João Bastos (Mistérios de Lisboa)

Melhor Actor: Adriano Luz (Mistérios de Lisboa)

Melhor Filme: Mistérios de Lisboa (Raúl Roriz)


Desporto:


Melhor Atleta Feminina: Naíde Gomes (Atletismo)

Melhor Atleta Masculino: Cristiano Ronaldo (Futebol)

Melhor Treinador: José Mourinho (Futebol)


Teatro:


Melhor Actriz: Luísa Cruz (A Cidade)

Melhor Actor: Miguel Guilherme (O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti)

Melhor Peça/Espectáculo: O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti (João Lourenço)


Moda:


Melhor Manequim Feminina: Sara Sampaio (Central Models)

Melhor Manequim Masculino: Luís Borges (Central Models)

Melhor Estilista: Luís Buchinho


Música:


Melhor Grupo/Banda: Deolinda

Melhor Intérprete Individual: Áurea

Melhor Música: O Amor é Mágico (Expensive Soul)

Revista de Imprensa 30/05/2011


Segunda-feira, 30 de Maio. A Revista de Imprensa desta manhã!

 

Lia Gama: "A Eunice é a personagem mais difícil que já fiz"


Interpreta Eunice há mais de dez meses e, apesar de considerar a sua experiência em Laços de Sangue como "uma experiência excelente", Lia Gama não esconde o cansaço que a personagem da novela de horário nobre da SIC carrega consigo. Em entrevista à Notícias TV, a actriz queixa-se da carga emocional de Eunice: “É complicado carregar uma personagem tão densa. Há dez meses que o faço e não tem sido nada fácil e há dias em que é mesmo doloroso”, afirma.

Lia Gama justifica tamanho cansaço com o facto de a sua Eunice contar com um grande número de cenas que carregam uma enorme carga emotiva: “Os autores só escrevem: ‘Eunice chora, Eunice chora.’ Ai meu Deus! Se chego aos estúdios e tenho por lá cenas de choro… Chego a casa completamente desfeita”, desabafa a actriz, acrescentando ainda que “este é um trabalho que sai muito cá de dentro e que não tem que ver com técnica de um actor. É desgastante estar sempre a chorar”, conclui.




FC Porto controla Porto Canal a partir de 1 de Julho


Dia 1 de Julho, é esta a data agendada para que o Futebol Clube do Porto assuma oficialmente a direcção do Porto Canal. A partir desta data, todos os conteúdos do, até aqui, canal regional passarão a ser controlados pela SAD Portista.
Francisco de la Fuente, administrador da MediaPro Portugal, proprietária do Porto Canal, acredita que esta aquisição "vai consolidar mais o canal a nível de postos de trabalho, de posição de canal regional, com um perfil diferente de tudo o que existe no mercado audiovisual", algo que para o gestor é "muito interessante"

Espera-se assim mudanças drásticas na grelha do Porto Canal já a partir de Julho, data agora anunciada como o início da era FC Porto nos comandos do canal por cabo, estreado em Setembro de 2006.


CITAÇÃO DO DIA:

"Desejava muito que os actores não tivessem uma vida difícil"
Eunice Muñoz


NÚMERO DO DIA
14,8
Foi com este resultado, em share, que Herman 2011 se despediu dos espectadores na noite do passado Sábado. Tudo indica que Herman José regresse aos serões de fim de semana da RTP1 na reentré televisiva, em Setembro.


Quiosque: Notícias TV, Correio TV

Fecho


Fechamos mais um fim de semana com a habitual crónica de Nuno Azinheira retirada do Diário de Notícias.

Aqui há talento

1. Entalada entre Júlia Pinheiro e Pedro Granger, na Casa dos Segredos, Leonor Poeiras não conseguiu brilhar. Agora sozinha, quer em Perdidos na Tribo, quer em Agora é Que Conta, a apresentadora revela-se uma presença cada vez mais segura, cada vez mais forte, cada vez mais madura. Leonor é bonita, é telegénica, tem uma excelente imagem televisiva e uma muito boa capacidade de improvisação, características essenciais para triunfar nessa máquina trituradora que é a televisão. Via-a sexta-feira com atenção no concurso das tardes da TVI, esse erro de casting pensado há um ano pa- ra Fátima Lopes. Como escrevi na altura, e como hoje se percebe, o programa não encaixava em Fátima. É num talk show, como A Tarde É Sua, que Fátima é competente, constituindo-se como uma efectiva mais-valia para a TVI, sobretudo depois da saída de Júlia Pinheiro. Arrumada a casa, com cada coisa no seu lugar", a estação apostou em Leonor Poeiras. Fez bem. Não só rentabilizou o seu maior activo (Fátima), como deu espaço a uma das suas maiores promessas (Leonor). E ou me engano muito, ou Leonor vai tornar-se num caso sério de popularidade. Pode não ser já, pode não ser com aquele formato, mas está a dar passos seguros nessa direcção.

2. Depois de duas semanas às 22.00, com efeitos negativos nas suas audiências, Estado de Graça voltou para o horário logo imediatamente a seguir ao Telejornal, agora já livre dos debates para as Legislativas. E o programa de humor voltou a subir. Ana Bola, Manuel Marques, Maria Rueff, Eduardo Madeira e Joaquim Monchique estão de parabéns. Eles fazem na RTP1 aquele que é, por estes dias, o melhor programa de humor da televisão portuguesa.

29 de maio de 2011

O Melhor & Pior da Semana


Melhor da Semana TVI

Nas manhãs, esta semana foi novamente de liderança para o Você na TV. Mesmo sem Manuel Luís Goucha nos últimos três dias da semana, Cristina Ferreira manteve-se na liderança no horário entre as 10:00 e as 13:00. 34,2%, foi o assombroso share obtido no programa de quinta-feira, quando já antes, na terça-feira, a dupla Goucha e Cristina tinha conseguido alcançar uns bombásticos 36,8 pontos percentuais. Um caso de sucesso!

O Melhor & Pior da Semana


Melhor da Semana SIC

Esta semana, os diários do concurso Peso Pesado, no horário nobre da SIC, conseguiram sempre manter-se no TOP 5 dos programas mais vistos diariamente. Apesar da queda notória da novela Laços de Sangue, o programa de Júlia Pinheiro não foi de arrasto e manteve-se sempre minimamente intacto contra Remédio Santo, com uma quota de mercado sempre acima dos 25 pontos percentuais. Já a pesagem semanal, emitida no serão de ontem, também se destaca positivamente, liderando com uma larga vantagem contra a TVI e RTP1.

O Melhor & Pior da Semana


Boa noite. A segunda edição desta semana do Melhor & Pior da Semana. A partir de agora, e até bem perto das 23:00, fique com o melhor da semana audimétrica da RTP1, SIC e TVI.


Melhor da Semana RTP1

O Jornal da Tarde continua imbatível no horário da hora de almoço. Contra um Jornal da Uma mais fraco e um Primeiro Jornal, na SIC, pouco competitivo, o informativo da RTP1 teve mais uma semana bombástica com shares e ultrapassar na maior parte dos dias os 35 pontos de share. Este é, sem dúvida, um dos horários mais forte, senão o mais forte, do primeiro canal público!

O Protagonista



Muito boa noite. Em mais um domingo, "O Protagonista" não o deixa de fora! Hoje, os "Globos" estão em destaque, com a décima XVI Gala deste certame. Ao fim de dezasseis anos, será que o objectivo central do evento que reconhece o talento nas principais áreas da sociedade registou algumas alterações? Terá ele o objectivo principal da primeira edição? 
Tudo isto, e muito mais, no "Protagonista" desta semana! 



Já passaram dezasseis anos desde que se apostou na primeira Gala dos "Globos de Ouro". Em parceria com a revista Caras e com outras tantas marcas, o tão conhecido evento promovido pela estação de Carnaxide tem ganho um grande destaque ao nível comercial. Por outras palavras, e apesar de se reconhecer o talento nacional, a dedicação de tantos profissionais às várias áreas da sociedade, o interesse em captar audiências, em fazer "vender" as parcerias, acabou, a meu ver, por sobrepor-se aos valores inicialmente estipulados.
Nesse sentido, temos como prova deste facto a constante "Passadeira Vermelha" que antecede a gala propriamente dita. Mais importante do que as homenagens, o trabalho produzido durante um ano inteiro, está o glamour demonstrado pelas jóias, pelos vestidos, pelos sapatos, pelas malas, no fundo, pelo status que cada convidado tem na sociedade. Aposto mesmo que, na maioria dos casos, poucos são os que conhecem os nomeados, a razão pela qual estes podem levar um galardão para casa, e quais os marcos mais importantes duas suas carreiras. Assim, existe de certo uma maior preocupação em construir uma imagem perfeita, do que em pesquisar alguns dos trabalhos das verdadeiras estrelas da noite.




Infelizmente, este é o resultado de uma sociedade demasiada dedicada à imagem, ao físico, ao sentimento de se estar bem perante os outros. O reconhecimento do talento acaba assim por ficar para segundo plano na mente dos convidados, assim como dos próprios apresentadores e profissionais da estação de Carnaxide. Vejamos, por exemplo, o conteúdo da rubrica de Carolina Patrocínio em "Fama Show": qual o vestido a escolher para a noite deste domingo? Objectivo: visitar uma loja de marca, cara por sinal, e dar uma imagem de beleza, de elegância, sensualidade, e mais adjectivos que tenham em conta a exuberância.
Sou da opinião que a imagem é importante, sem dúvida. No entanto, não pode ser colocada no mesmo patamar que o do conhecimento dos feitos dos homenageados da noite. 




O próprio facto de Júlia Pinheiro estar presente nesta gala não merece uma certa atenção? Uma das melhores apresentadoras nacionais, se não a melhor, vai estar sentada na primeira fila e, pelo que sei, poucos falaram dela nos últimos tempos. Com uma família SIC tão grande, o que tenho reparado em relação a esta "XVI Gala dos Globos de Ouro" tem sido, essencialmente, a imagem, a produção para o evento.
Por outro lado, os próprios nomeados para a categoria "Revelação" demonstram alguma falta de coesão. A que propósito Rui Porto Nunes se destacou no último ano? Sim, foi o protagonista de uma série que de horário nobre passou, inesperadamente, para as manhãs de fim-de-semana e, mais tarde, foi aposta da SIC Radical para a apresentação de "Curto-Circuito". Mas, até que ponto é que podemos denominar este percurso como uma "Revelação"? Confesso que concordo com a nomeação de Joana Santos, André Villas Boas e Aurea! Contudo, a aposta no namorado de Vanessa Oliveira nesta categoria apenas me transparece uma tentativa de fazer "vender o peixe de casa", promovendo uma espécie de "talento".




Por fim, não esqueço Bárbara Guimarães. Mais uma vez será a mulher de Manuel Maria Carrilho a anfitriã deste certame e, novamente, os estilista irão adornar o seu corpo com os melhores tecidos de alta costura.
Ao fim e ao cabo, é isto que vende. As pessoas querem ver o que os outros trazem vestido, mesmo sabendo que as roupas serão devolvidas às respectivas marcas quando regressarem a casa. É o poder da imagem, o poder da futilidade. O que pergunto é se esse será o objectivo dos "Globos de Ouro", mesmo sabendo que existe uma associação a uma revista do social. A minha resposta é, obviamente, negativa, e a sua?

"Laços de Sangue" perde guionistas


O sucesso que tem feito nos ecrãs da SIC fez com que a estação a estendesse até aos trezentos capítulos, no entanto, a equipa de argumentistas que escreve a “novela da nossa gente” já não é a mesma que a iniciou.


É que, de acordo com a TV Guia desta semana, recentemente, Pedro Lopes perdeu parte da sua equipa, uma vez que dois dos sete guionistas que escreviam Laços de Sangue optaram por abandonar o projecto.


A notícia foi confirmada pelo gabinete de comunicação da SIC, que, contudo, não quis adiantar o porquê destas saídas.


Quiosque: TV Guia

Joana e Hugo M vão à "XVI Gala dos Globos de Ouro"


Enquanto esperam pelos projectos em televisão os dois ex-concorrentes de Secret Story continuam a dar cartas. E vão mesmo estar presentes na cerimónia de entrega dos prémios da SIC e Caras.

Quem o garante é a edição desta semana da TV Mais, que publica uma reportagem com a prova do fato de Hugo M, um modelo Nuno Gama que promete dar que falar. Já Joana Janeiro vai levar um extravagante e sempre surpreendente vestido da dupla Storytaillors.


Em entrevista à referida revista, o desportista afirma: “Estaremos com um grupo de amigos e acho que vamos divertir-nos muito”.

Resta saber se os dois ex-concorrentes marcarão presença na cerimónia a convite da SIC, da revista Caras ou de outro dos patrocinadores.


Quiosque: TV Mais

Esta noite...

Saiba qual a personalidade destacada desta semana!
Às 22:00, entra em linha a segunda parte da rubrica O Melhor & Pior da Semana!

"O Amor é um Sonho" com estreia discreta


Foi na noite de ontem que chegou à televisão de Queluz de Baixo a segunda minissérie portuguesa. Protagonizada por Sara Prata e José Carlos Pereira, aborda um tema pouco usual no pequeno ecrã, a doença de catalepsia.


Todavia, o primeiro episódio não conseguiu vencer a concorrência directa, posicionando-se como o oitavo programa mais visto do dia, ao contrário do que aconteceu recentemente com O Dom. O Amor é um Sonho fez apenas 7.1% de audiência média e teve 26.9% de quota de mercado média, contra 8.5% e 32.9% de Laços de Sangue. Ainda assim, estes números foram suficientes para levar a melhor sobre a derradeira emissão de Herman 2011, que se ficou pelos 3.9% de rating e 14.8% de share.


No total do dia, o conjunto de canais por Cabo e IPTV venceu, com 25.6% de quota de mercado média, contra 24.3% da RTP, 23.1% da SIC e 21.1% da TVI.

Paulo Bento em dose dupla hoje na RTP


A menos de uma semana de mais um encontro decisivo para as aspirações da selecção nacional de futebol, o treinador da equipa “das quinas” estará hoje a dobrar nos ecrãs da televisão pública.


É que, a partir das 14 horas Paulo Bento será o entrevistado de Marta Leite Castro no Só Visto. Mas há mais! Quando o relógio marcar 21 horas, o seleccionador nacional volta aos ecrãs da televisão pública para, num Especial Informação se confessar ao jornalista Hugo Gilberto.


A não perder, hoje na RTP!

O Melhor & Pior da Semana


Pior da Semana TVI

Numa semana em que Pedro Pinto esteve à frente do informativo da hora de almoço da TVI, os resultados foram substancialmente mais fracos. E nem a boa antecedência de Você na TV valeu ao Jornal da Uma que passou assim os últimos 5 dias com resultados bastante inconstantes. Na maior parte dos dias, Pedro Pinto acabou mesmo por perder para Bento Rodrigues, na SIC, e João Fernando Ramos, na RTP1, acabando por prejudicar Fátima Lopes com A Tarde É Sua.

O Melhor & Pior da Semana


Pior da Semana SIC

Não foi, de todo, o pior programa da semana audimétrica da estação de Carnaxide, mas a verdade é que Laços de Sangue perdeu esta semana a liderança no horário em que é emitido. A TVI acordou, mexeu na grelha e com uma melhor gestão dos intervalos e dos seus horários, conseguiu levar Anjo Meu novamente à liderança no horário das 22:30.

A trama de Diana Chaves veio em decrescendo ao longo da semana, começando na segunda-feira a liderar com 31% de share e acabando na sexta-feira a perder para a TVI com uns mais modestos 27,4 pontos percentuais.

O Melhor & Pior da Semana


Bom dia. Manhã de Domingo, em linha mais uma edição do Melhor & Pior da Semana. O destaque positivo e negativo da semana audimétrica da RTP1, SIC e TVI. Até ao meio-dia, o pior dos três canais generalistas.


Pior da Semana RTP1

Acontece o mesmo todos os anos. Com a mudança da hora os resultados dos finais de tarde da RTP1 descem. Quando a tudo isto se junta o factor bom tempo, a competitividade de Portugal em Directo e O Preço Certo diminuiu ainda mais. Nesta semana de calor, o informativo de Dina Aguiar nunca conseguiu alcançar o último posto no horário entre as 18h e as 19h, alcançando mesmo a sua pior marca na passada sexta-feira com 16,9 pontos percentuais em share.