16 de outubro de 2010

Audimetria Semanal

Boa noite. Seja bem-vindo a mais uma edição da rubrica de audiências dos seus sábados à noite: Audimetria Semanal.

A estreia de... Escrito nas Estrelas


A nova novela da estação de Carnaxide está a sair-se bem. Na sua primeira semana de estreia, Escrito nas Estrelas ultrapassou várias vezes a barreira dos 30% de share, tendo liderado consecutivamente no seu horário de exibição. Empacotada entre Caras & Bocas, a produção da Globo provou, mais uma vez, que as novelas brasileiras continuam a ser apreciadas em Portugal. Um exemplo disso foi o facto de o programa de Fátima Lopes ter passado para segundo lugar. Ninguém reparou em tal facto, ou foi impressão minha?
Com a emissão das duas produções da Globo a partir das 17:40,
Agora É Que Conta deixou de aparecer no top dos dez programas mais vistos do dia. À excepção de terça-feira, a TVI ficou a perder com a estreia da SIC nas suas tardes. O que se irá passar na próxima semana?

Na Mó de Cima - RTP1



Na semana que passou a estação pública deu nas vistas. Não só colocou o terceiro canal a um canto, como ameaçou a liderança da TVI. Com shares médios entre os 25 e os 33%, a RTP1 provou que a sua programação, de um certo modo "alternativa", consegue ser competitiva. Com um Bom Dia Portugal a liderar durante três horas e meia, a alegria da Praça continua com o primeiro lugar. O mesmo acontece com o Jornal da Tarde, que consegue resultados bastante razoáveis para dar um Poder à novela que o sucede. Por sua vez, Portugal no Coração e Portugal em Directo conseguem os mínimos exigidos em termos de audiências, para oferecer à estação pública alguma estabilidade. Apesar de algumas oscilações, ambos os formatos têm sido alvo de um percurso mais sorridente do que o que havia sendo traçado até aqui. A partir das 19:00, a audiência permanece na estação pública, com Fernando Mendes. Sendo repetição ou não, O Preço Certo já está novamente acima de Morangos com Açúcar e de Caras & Bocas. O Telejornal continua a superar as audiências dos noticiários da concorrência: Jornal da Noite e Jornal Nacional. Ainda de referir a perfomance de Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão que, apesar de já não ter a força do Verão, oferece ao primeiro canal resultados consistentes no seu fraco horário nobre. A partir das 22:30, os problemas começam para a RTP1, com os shares a baixar para os 10/15%.
No entanto, até lá, a estação pública troca as voltas da TVI e da SIC. Afinal, qual a principal adversária das privadas? As próprias, ou a RTP?

A Mina - Secret Story (Diário)

O reality-show da TVI ainda tem muito para dar. A imprensa está repleta de notícias sobre os concorrentes, os telespectadores estão empolgados, as filas dos autocarros servem para os seguidores de A Casa dos Segredos colocarem as suas opiniões em dia. No entanto, em termos de audiências, o diário do concurso está a ir-se um pouco abaixo. O que aconteceu esta foi uma prova disso. À excepção de segunda e sexta-feira, os restantes dias da semana foram marcados com audiências razoáveis para os segredos de Leonor Poeiras e Pedro Granger. Tendo em conta o investimento que o reality-show implicou para a estação de Queluz de Baixo, será que o razoável, leia-se 30% de share, chega? Afinal, não conseguiriam as novelas fazer muito mais? Obviamente que é necessário diversificar a grelha de programas, mas penso que algo não está a correr tão bem nos diários de Secret Story. Será que fui só eu que notei?

MMV - Minuto Mais Visto da Semana

O Minuto Mais Visto desta semana foi ganha pela RTP1. A partida entre a selecção portuguesa e a Dinamarca, transmitida no dia 8 de Outubro, pelas 22:33, obteve 24,4% de audiência média e 60,7% de share. Ao todo, cerca de dois milhões e tercentos mil espectadores estavam sintonizados na estação público aquela hora.
Em segundo lugar neste campeonato ficou a TVI. A gala de A Casa dos Segredos chegou aos 20% de rating, pelas 22:34, no dia 10 de Outubro.

Porque No Te Callas?

O Porque No Te Callas? desta semana não é dirigido a um director de programas, ou a um apresentador. A questão é colocada a todos aqueles que, ao longo dos últimos tempos, têm criticado a contínua aposta do que não é nacional na grelha de programas da SIC. Tal como podemos verificar, a estação de Carnaxide continua a valer-se das novelas da Globo. Escritos nas Estrelas e Caras & Bocas são um exemplo disso, ao contrário de Passione. Apesar de a última novela do canal não conseguir captar boas audiências, as da tarde não estão a dar tréguas à concorrência. Se há um ano, Nós Por Cá procurava impôr-se, a aposta da SIC nas produções da Globo acabou por ser certeira. Verdade seja dita, esta decisão, comum de há tantos anos atrás, já não é nova para ninguém.

Uma pergunta a... José Fragoso.


Operação Triunfo estreia dentro de uma hora. Questiono o director de programas do canal do Estado sobre as expectativas que tem sobre este talent-show. Qual o objectivo do mesmo? Chegar ao sucesso alcançado por Ídolos, ou dar alguma energia às noites de fim-de-semana do primeiro canal?

Até para a semana!

4 comentários:

Miguel disse...

"Ninguém reparou em tal facto, ou foi impressão minha?"

Diogo, acho que foi mesmo impressão tua. LOL

DS disse...

Isso é positivo ou negativo? :P

Cumprimentos,

DS

TVI Blog disse...

Eu acho que o 'Agora é que Conta' está muito bem, aliás mantém a sua média como tem mantido até agora.

O objectivo deste programa era tirar a TVI daquele buraco dos 120 mil espectadores e subir para 300 mil como tem diáriamente. Para o 'Agora é que Conta' vencer as novelas da SIC teria de fazer 4%,5% de rat. todos os dias, e todos sabemos que isso é impossível.

As novelas da SIC resultam bem naquele horário, embora ache que 'Escrito nas Estrelas' vai baixar sem a moluta de 'Caras e Bocas',tal como 'Negócio da China' sem a ARMADILHA, que agora até 19% share faz. A verdade é que esta 'Sanduiche' da SIC resulta, assim como o programa da Fátima também resulta.

O Agora é que Conta tem uma média diária de 300 mil espectadores, e a Júlia esta semana tem tido igualmente uma média de 300 mil. Por isso não destaco negativamente a TVI, tal como é feito no post.

Além de que não vamos comparar os tempos, a Caras e Bocas às 17h40 tem 25 minutos de duração, e Escrito nas Estrelas 45 min, e o Agora é que Conta tem 1 hora e 30 minutos, logo a média baixa sempre mais.

Esta é a minha opinião.

DS disse...

A duração que referes das novelas contribuem para os resultados. No entanto, isso não invalida que a decisão da SIC não tenha sido bem pensada para tornar mais difícil o "reinado" de Fátima Lopes.
A tua opinião ficou registada ;)

Cumprimentos,

DS