3 de março de 2011

Falar Televisão


Ficção Nacional: um produto de qualidade ou qualidade de audiências?

Passam já 29 anos desde o aparecimento da primeira telenovela portuguesa: Vila Faia. Com este primeiro grande sucesso (transmitido pela RTP, único canal existente à época) criado por Nicolau Breyner e Francisco Nicholson, nasceu também a vontade de trabalhar, o ínfimo desejo pela descoberta deste novo produto, estava a nascer a Ficção Nacional (em "oposição" à transmissão das telenovelas Brasileiras que eram já naquela altura um enormíssimo sucesso).

Desde aí, muitas foram as produções realizadas pela estação pública, ainda que de forma contida e num jeito de equilíbrio face a Vila Faia, isto é, face a tamanho sucesso obtido com a primeira telenovela portuguesa, a RTP procurou sempre manter a qualidade das suas produções, ainda que o sucesso não tenha sido estável em todas as produções.
Muitas foram as produções: Origens (1983); Chuva na Areia (1985); Passerelle (1988); Ricardina e Marta (1989); Banqueira do Povo (1993); Vidas de Sal (1996/7); Primeira novela luso-brasileira: Paixões Proibidas (2007), entre outras.

No entanto, o sucesso da Telenovela não passa pela estação pública, foi sem sombra de dúvida a segunda estação privada a ser criada, a Televisão Independente (TVI), actual vencedora do primeiro Emmy Internacional atribuído a Portugal com Meu Amor (2009), a grande "fábrica" das telenovelas de grande êxito, elevando o nível de qualidade da telenovela portuguesa (de tal modo que, actualmente não existe qualquer produção a nível de telenovela nacional produzida pela estação pública).

Foram muitos os êxitos da TVI, sendo que a primeira telenovela produzida pela estação (indo de encontro à concorrência) foi Telhados de Vidro (1993), no entanto, os grandes êxitos da estação e da telenovela em Portugal iniciam-se com o virar do século: Jardins Proibidos (2000/2001); Olhos de Água (2001); Filha do Mar (2001/2002); Anjo Selvagem (2001-2003); Saber Amar (2003); Mistura Fina (2004/2005); Ninguém Como Tu (2005); Tempo de Viver (2006); Fascínios (2007/2008); Deixa Que Te Leve (2009/2010); entre muitas, muitas outras.

A verdade é que na última década, a telenovela portuguesa sofreu uma evolução brilhante, tendo conquistado de dia para dia o público português, sendo hoje, este produto, constante líder de audiências.

E é aqui que nos debruçamos... Com um público tão fanático por telenovelas, o que será do futuro da televisão em Portugal? Haverá maneira de conquistar o público português com outro produto? Está já a novela a entrar num período de decadência?

Muitas são as opiniões, muitas são as teorias...
O que pensa você?

13 comentários:

TVI Blog disse...

Penso que não, e a prova de que as novelas portuguesas estão bem vivas são os números da TVI.

E brevemente estará aí mais uma grande produto para ficar na história da TVI e da televisão em portugal.

Vítor Carvalho disse...

De facto, as produções da TVI são a grande amostragem da qualidade do que se tem feito!

O importante mesmo é que se continue a produzir em Português, se é telenovela, que seja!

"O povo (púbico) é quem mais ordena!"

Anônimo disse...

-Uma ou no maximo duas telenovelas por canal tudo bem, agora sermos bombardeados com novelas ja mete nojo!
-A cabo já tem vindo a provar isso!
Até a nossa vizinha Espanha já evoluiu há muito tempo...
-Na America uma das ultimas novelas foi o Dallas e ja se passaram mais de 25 anos!
-Concordo com o que foi dito, as novelas são o produto mais facil de "vender" para um povo inculto!
-Quando se vê as audiencias e as pessoas(sopeiras) preferem ver novelas a programas com cultura (Ficheiros clinicos, por exemplo), está tudo dito...

Vítor Carvalho disse...

De facto, é inevitável chocar-nos com a pouca diversidade de programação..

Quem sabe o futuro não trará novos "ventos", que é como quem diz, mais diversidade.

O importante e, volta a frizar, é que se produza em português!

Claudio Semedo disse...

sinceramente acho que o publico nao se fartara das novelas para ja, um vicio e sempre complicado de perder e o das novelas para as senhoras que nao fazem nada mais do que ver televisao mais ainda..

so espero que facam mais do que novela e que recebam premios por outros projetos a ver se investem nessa diversidade

gostei do artigo

Claudio Semedo disse...

E incrivel a quantidade de novelas que existem e ainda mais incrivel a quantidade de publico

Era bom que se investisse mais em produções diferentes, áreas diferentes e que Portugal abandonasse o papel da novela

gostei do artigo

Anônimo disse...

penso que a novela vai ficar por muito tempo ainda

talvez perca a forca das audiencias, mas esta para ficar

Maria A. disse...

«Médico de Família», na SIC, foi a ficção portuguesa mais vista, com uma média superior a 2 milhões de espectadores!
Nunca nenhuma novela da TVI atingiu esses números!

A melhor ficção começou na SIC. Além de «Médico de Família», também «Jornslistas», o «Capitão Robby» foram exemplos de uma ficção vencedora na SIC!
Claro, não falando dos êxitos da Globo que passaram na SIC, como «Terra Nostra», «O Cravo e a Rosa», «O Roque Santeiro», «Senhora do Destino», «Chocolate Com Pimenta»...e tantas mais!

Quando se fazem as coisas em série...acabam por perder a qualidade!
Foi o que aconteceu com as novelas da TVI!
Assim aos montes...perderam a qualidade!
«Na terra dos cegos...quem tem um olho é rei!-lá diz o povo na sua sabedoria.
Não admira que «Meu Amor» tivesse ganho nos países com quem rivalizou!

Maria A. disse...

«Jornalistas»...um erro de computador, de que peço desculpa.
Que teclas traiçoeiras...que tem o computador!

TVI Blog disse...

Mas porque é que vocês ainda dão importância a essa eterna criança que é a Maria que ainda vive no mundo da 'Branca de Neve', em que ela acha que um beijinho do principe (neste caso do Balsemão) a SIC volta à liderança.

A Maria vai acabar por ser banida daqui como foi à uns tempos no blog 'A Minha TV' por desrespeito a todos os leitores, aos profissionais da TVI, ofensas etc.

É a única leitora que causa mau estar em todos os blogs que frequenta, porque não admite nada, não sabe ser imparcial. Enfim ... acho que aqui no TV Opinião todos já são maiores de idade (18 anos), eu como leitor para lá caminho, e não estou para aturar este tipo de crianças de 12 anos que ainda tem muito que crescer e que nada percebem de televisão.

Eu já tive uma conversa séria com a administração deste blog, e olhe Maria que já tem uma má impressão sua do pior. Eu tinha vergonha e ia-me embora, ou então crescia mais um bocadinho de cabeça, e aprendia a ter educação, que lhe parece ?

É o mais indicado. De qualquer das formas, mais dia menos dias devido às guerras que ela está a trazer aqui ao blog com os 20% da SIC e o seu 4º lugar, vai acabar por ser banida. Afinal o defeito é seu ou dos outros ?... prepare-se as suas mentiras estão quase acabar.

Nunca vi pessoa com maior inveja da TVI e frustração da SIC...

Carlos Teixeira disse...

TVI Blog pensa bem, quem es tu para chamar criança aos outros? Vê te bem ao espelho antes de falar dos outros. Evito entrar em conflitos destes pq qem se mete com crianças, acorda mij*do, mas tu, um puto frustado, que muda de opiniao e linha editorial do proprio blog como quem muda de camisa, para quem diz que nunca mais visitaria o SIC Blog, quase todos os dias têm la o seu comentario.. Eh pah, cresce e aparece chavalo, quando tiveres tininho na cabeça e no que dizes, aí sim podes falar dos outros. Devias ter vergonha em sabotar a liberdade de expressão das outras pessoas...Tenho dito. Fui...

TVI Blog disse...

Enfim ... até te respondia com toda a calma e educação, mas não vou fazer esse 'igual para igual' porque na verdade não existe, porque aqui o educado sou eu, e não tu.

Por isso, como já és grandinho já deves saber que não se deve insultar e ofender os outros, e muito menos meteres-te em assuntos que nem te dizem respeito, nem eram contigo.

Vai lá à tua vida, e deixa-me em paz.

Vítor Carvalho disse...

É sempre bom que cada um tenha a sua opinião, mas é necessário ter em conta que o respeito pela opinião do outro.

Discussões acesas num blogue, em que o que conta é a opinião, nunca são bem-vindas!

O importante, sublinho novamente, é produzir-se em Português!

Quanto ao canal, caros leitores, não se limitem a gostar de um canal, gostem dos produtos, dos apresentadores, dos actores, não se limitem ao canal, porque a esse, nem os apresentadores, nem os actores se limitam!

Bom fim-de-semana para todos!
Boa televisão é o que é preciso!